Publicado 13 de Julho de 2015 - 5h30

Mais uma vez Elias se mostrou o motor do Corinthians nesta ascensão no Campeonato Brasileiro. Ontem, o volante conduziu o alvinegro à goleada por 3 a 0 sobre o Flamengo no Maracanã, encerrando um jejum do time de oito anos sem vencer no Maracanã. O resultado fez a equipe paulista alcançar os 26 pontos na 3 colocação na tabela de classificação. Sem Guerrero e Sheik, o Flamengo se mostrou novamente um time fraquíssimo.

Malcom e Vagner Love passaram mais um jogo em branco — o último, inclusive, foi o único que destoou do bom jogo que fez o Corinthians. Mas os homens de meio-campo trataram de resolver a partida. Elias abriu o placar com um golaço de cobertura e deu a assistência para o terceiro gol de Jadson, artilheiro do time, com seis gols — Uendel completou o placar.

O Corinthians começou o jogo sofrendo forte pressão dos donos da casa. A marcação avançada dos flamenguistas não facilitava a saída de bola e os defensores eram obrigados a dar chutões para o ataque.

Passada a correria inicial, porém, o Corinthians conseguiu equilibrar o duelo e passou a incomodar o Flamengo. Primeiro, com Renato Augusto em finalização pelas pontas, e chegou logo ao gol, aos 25’, com Elias.

O volante encontrou Love livre e lançou em profundidade, o atacante entrou na cara de César, mas bateu em cima do goleiro. Elias pegou a sobra e converteu de cobertura. Um golaço, em jogada criada pelos ex-flamenguistas.

A equipe rubro-negra sentia muito a falta do atacante Paolo Guerrero como referência na área. Em razão de um acordo entre os dois clubes, o peruano, mais Emerson Sheik, foram impedidos de jogar ontem.

O gol de Elias abalou bastante o Flamengo. A zaga rubro-negra começou a bater cabeça, o goleiro César se enrolou em uma bola tranquila e quase comprometeu o time. A equipe alvinegra aproveitou o mau momento do rival, e ampliou com Uendel, que completou um bom cruzamento de Renato Augusto.

No 2 tempo, o domínio corintiano no Maracanã prosseguiu. Melhor do time, Elias desarmou Jonas no meio e passou para o apagado Jadson marcar o terceiro, aos 17’, em linda finalização de primeira. Love ainda perdeu uma chance incrível livre na área, demonstrando que está bem abaixo do nível do resto do time.

Mesmo atrás, o Flamengo pouco conseguiu incomodar a zaga corintiana, mas chegou a marcar de cabeça com Jonas em lance anulado pela arbitragem que assinalou impedimento inexistente, tornando a missão rubro-negra ainda mais complicada.

A derrota em casa, por sua vez, volta a provocar um ambiente de pressão no elenco do Flamengo, que estacionou nos 13 pontos e segue próximo da zona de rebaixamento. (Da Agência Estado)

Tite evita criticar os atacantes

O Corinthians teve uma vitória convincente diante de um frágil Flamengo , com um ótimo desempenho dos jogadores de meio-campo. Por outro lado, o ataque ficou devendo. Vagner Love e Malcom passaram em branco, mas o técnico Tite evitou criticar os jogadores, e exaltou a contribuição tática deles.

"O mais importante foi manter o padrão de jogo. Estamos crescendo", afirmou Tite. "Os atacantes acabam levando a marcação e aí infiltra um de trás. Quando há um bom trabalho de equipe, um ou outro jogador se destaca", completou.

O técnico ainda comparou o momento de Love com a chegada de Guerrero ao clube. "Quando ele chegou, eu disse: 'Guerrero espera, a equipe não está acostumada a jogar com um pivô'. Isso serve para o Love. A equipe ainda vai se ajustar à forma. Então você vai criando formas alternativas para se encaixar."

Tite, porém, segue cobrando a contratação de um atacante. Apesar de Téo Gutierrez estar indicando sua ida para o futebol português, o técnico afirmou ter esperança por uma reviravolta. "Enquanto não se assina o contrato a gente pode esperar", disse sobre o atacante colombiano. "O ideal é ter dois jogadores para cada posição e precisamos de um pivô. Precisamos de elenco.” (AE)

FLAMENGO

César; Ayrton, Wallace, Marcelo e Jorge; Cáceres (Paulinho), Jonas e Canteros; Everton, Gabriel (Alan Patrick) e Marcelo Cirino. Técnico: Cristóvão Borges.