Publicado 13 de Julho de 2015 - 5h30

Paulo Roberto sofreu a primeira derrota à frente do Guarani pela Série C do Campeonato Brasileiro. Não deu para o Bugre diante da Portuguesa, na noite de ontem, em partida válida pela 7 rodada do torneio, realizada no Canindé. O placar de 1 a 0, gol marcado por Hugo ainda no 1 tempo, deixou o G4 ainda mais distante para o Guarani, que soma 7 pontos, em sétimo lugar no Grupo B. Já a Lusa chegou a 10 pontos, em 5 lugar. O próximo confronto do Bugre é contra o líder Brasil de Pelotas, em casa, no dia 20. A Lusa pega o Caxias, no dia 19. A Portuguesa não estava para brincadeira e chegou forte em cima do Bugre desde o início. Aos 3’, Hugo recebeu cruzamento da esquerda. O atacante dominou, fez o giro e bateu direto para o gol. Rafael Santos se jogou para fazer uma bela defesa. Aos 10’, mais Portuguesa e mais uma bela defesa do arqueiro do Guarani. Guilherme Queiroz passou por Raoni pelo lado esquerdo e mandou uma bomba de direita, que explodiu no peito de Rafael Santos, bem posicionado.A primeira boa oportunidade do Bugre veio apenas aos 19’, de bola parada. Fumagalli surpreendeu ao cobrar falta da esquerda direto para o gol. A bola entraria no ângulo esquerdo de Douglas, mas o goleiro espalmou. A noite, entretanto, parecia mesmo da Portuguesa. Aos 30’, Jonathan, no contra-ataque, fez o cruzamento rasteiro e fechado pela direita. A bola passou fácil por Rafael Santos, sobrando para Hugo só dar um toquinho para o fundo da rede. Lusa 1 a 0. Aos 36’, a Portuguesa ainda teve um gol anulado de Hugo de forma duvidosa — o bandeira anotou impedimento no lance. .O Guarani voltou melhor no segundo tempo, com Allan Dias e Fernandinho dando velocidade ao time. Mesmo assim, aos 11’, por muito pouco a Lusa não fez o segundo. Guilherme Queiroz recebeu na esquerda, cortou a defesa e seguiu para a área adversária. De frente para o gol, chutou forte e rasteiro. A bola acertou a trave.Aos 19’, Allan Dias bateu forte de fora da área e, no reflexo, Douglas voou para evitar o gol. Aos 26’, os jogadores do Bugre e da Lusa se estranham depois que o Guarani não devolveu a bola após atendimento ao volante Milton Júnior. Renan partiu para cima de Fumagalli e acabou expulso. Com um a mais, o Guarani partiu para cima, criando muitas chances de gol. Em pelo menos três lances, houve bate-rebate dentro da pequena área da Portuguesa, mas ninguém do Bugre conseguiu finalizar. A melhor oportunidade foi aos 39’, quando Fumagalli recebeu na pequena área. O goleiro da Lusa saiu errado e mesmo assim o ídolo bugrino não conseguiu o empate.

PORTUGUESA

Douglas; Jonathan, Luan, Anderson Luiz e Julinho; Renan, Milton Júnior (Guilherme, 45’/2º), Victor Bolt e Diguinho; Hugo (Levi, 31’/2º) e Guilherme Queiroz (Vinicius, 39’/2º). Técnico: Estevam Soares.

Treinador lamenta o péssimo primeiro tempo do time

O Guarani se dividiu em dois times ontem: o que jogou o 1 tempo e o que retornou depois do intervalo. Com desempenho completamente diferente, o time de Paulo Roberto teve sorte de ter levado apenas um gol nos 45 minutos iniciais (além de um anulado), enquanto desperdiçou diversas chances de gol na metade final da partida. "Nós pagamos pelo 1 tempo, isso é fato", avaliou o técnico Paulo Roberto. “Foi péssimo, não conseguimos encaixar marcação, o adversário se movimentou muito, nosso meio campo e os zagueiros ficaram marcando de longe. E só saímos no chutão. O primeiro tempo realmente foi péssimo e foi isso o que disse no intervalo para eles", admitiu o técnico do Bugre. "Se a gente voltasse daquela maneira, a gente ia levar uma goleada. Então a equipe voltou encorpada, com posse de bola, correu riscos, mas era necessário. Jogamos dentro do campo do adversário, só que não conseguimos colocar a bola para dentro. Tivemos rapidez e boa saída de bola", completou. A entrada de Allan Dias no final do 1 tempo foi bastante elogiada por Paulo Roberto. "Com a contusão do Raoni, colocamos o Allan Dias e ele entrou muito bem. Com ele conseguimos nos posicionar melhor. Ele entrou fazendo o que pedimos, tivemos saída de bola, conseguimos virar as jogadas com qualidade. E acho que ele só vai melhorar assim mesmo, com sequência de jogos. Tanto que já melhorou do último jogo." (FT/AAN)