Publicado 12 de Julho de 2015 - 5h30

Com o objetivo de se classificar entre os quatro melhores para continuar a sonhar com o acesso, o Guarani tem uma meta clara no estádio do Canindé hoje: bater a Portuguesa. Ainda mais porque vem de um empate em casa. Uma vitória no jogo marcado para as 19h e válido pela 7 rodada do Campeonato Brasileiro da Série C pode levar o time de Campinas ao G4. Uma derrota, por sua vez, deixa a equipe em condição complicada na tabela. A Portuguesa está na mesma situação do adversário, já que ambos somam sete pontos.

Enquanto o Guarani começa a engrenar nas mãos do técnico Paulo Roberto, que conseguiu fazer a equipe pontuar nas últimas três rodadas, a Lusa ainda está em fase de acertos sob a direção de Estevam Soares, que estreou com derrota diante do Juventude.

Mas a situação do adversário pouco importa para o treinador alviverde, que quer sua equipe focada. "Não podemos levar em conta a situação atual da Portuguesa, porque no futebol se fala muita coisa que às vezes não corresponde à realidade. Portanto, temos que entrar em campo sem nos importar se o adversário está em crise ou não e tentar buscar um bom resultado”, disse o treinador bugrino, que prefere falar sobre os problemas de seu time. “O empate dentro de casa na última rodada aconteceu porque desperdiçamos muitas chances de gol. Assim, trabalhamos bastante durante a semana para corrigir o problema. Temos que ter muita atenção", completou.

Paulo Roberto é simples em sua escalação. Sem poder contar com Gladstone, que cumprirá suspensão automática, ele promoverá a estreia de Pitty. "Não podemos inventar. No futebol não se pode improvisar muito. Vamos fazer o básico. Sai um zagueiro, entra outro. O Pitty foi contratado para isso. Ele atua tanto do lado direito quanto do lado esquerdo", comentou o comandante. O lateral-direito Oziel e o atacante Malaquias continuam no departamento médico, sendo que o último ficará afastado pelos próximos dois meses.

Regularidade

Além de recuperar os pontos perdidos em casa no jogo de hoje, Paulo Roberto espera que a equipe comece a apresentar regularidade na competição para alcançar a almejada classificação.

"Com exceção do Tupi, todos os demais times da nossa chave ainda não alcançaram uma regularidade de resultados. Buscamos um equilíbrio dentro da competição para nos mantermos pelos menos próximos da zona de classificação.

Pitty substitui o suspenso Gladstone

Com o terceiro cartão amarelo do titular Gladstone, o zagueiro Pitty ganha a oportunidade hoje de estrear com a camisa do Guarani. Ele formará a dupla de zaga com Tiago Carpini. Apesar de ser sua primeira partida pelo Bugre e justamente em um duelo de seis pontos, o jogador, que estava no Rio Claro, se mostra tranquilo com a responsabilidade.

"Temos que encarar com tranquilidade. Creio que vai ser uma partida difícil até pela situação da Portuguesa, mas vamos com o nosso objetivo de trazer a vitória. Será um jogo de extrema importância fora de casa. Precisamos da pontuação para continuar a crescer na competição", comentou Pitty que chegou ao Brinco de Ouro no mês passado.

Apesar de ser sua estreia, o zagueiro afirma que já está entrosado com o restante da defesa por conta do apoio que tem recebido nos treinos. "A gente já vem trabalhando junto. O professor define a dupla titular e Carpini e Gladstone vinham jogando. Mas estamos sempre dando toques uns nos outros, procurando acertar e conquistar o melhor resultado", disse.

Com o empate em casa na última rodada, o elenco alviverde encara a conquista de três pontos no Canindé como obrigação. "O começo da competição não foi muito boa, mas nos últimos três jogos somamos pontos. Infelizmente, deixamos escapar dois em casa na rodada passada. Sabemos que faz falta e vamos procurar recuperar fora de casa", concluiu Pitty. Guilherme Garutti e Léo Rigo devem ser os zagueiros como opção no banco de reservas.

Depois de enfrentar a Portuguesa, o Guarani volta a campo apenas no dia 20, uma segunda-feira, quando encara o Brasil de Pelotas, às 20h15, no Brinco de Ouro. (RR/AAN)

NOTAS DO BUGRE

Testes

No treino coletivo da última sexta-feira, o técnico Paulo Roberto começou a atividade com os onze titulares que vão enfrentar a Portuguesa. Contudo, na segunda metade do treino, aproveitou para fazer alguns testes. Allan Dias ganhou chance no meio-campo, mas iniciará a partida de hoje no banco de reservas, assim como foi contra o Madureira.

Estatística

A Portuguesa fez apenas um jogo no estádio do Canindé neste Campeonato Brasileiro da Série C, uma vez que o local estava interditado por falta de laudos de segurança. Aliás, como mandante a equipe de São Paulo ainda não venceu. A estatística não empolga o elenco bugrino. "Espero que eles não vençam desta vez. São 11 contra 11 e temos que impor o nosso jogo. Não temos que nos apegar nessas estatísticas. Temos sim que ir lá e buscar a vitória", cravou o atacante Clementino.

PORTUGUESA

Felipe (Douglas); Osvaldir, Luan Perez, Anderson e Julinho; Renan, Milton Júnior, Victor Bolt e Dieguinho; Guilherme Queiroz e Hugo. Técnico: Estevam Soares.