Publicado 02 de Julho de 2015 - 5h30

Novak Djokovic garantiu o seu lugar na terceira rodada de Wimbledon com uma vitória tranquila ontem. Após superar o início vacilante, o sérvio reagiu rapidamente e não teve problemas para se impor diante do finlandês Jarkko Nieminen na quadra central do complexo inglês. O número 1 do mundo venceu em sets diretos, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/3, em apenas 1h32.

Em seu segundo confronto no Grand Slam inglês, Djokovic só encontrou dificuldade ontem nos primeiros games da partida. Logo no primeiro game ele perdeu o saque, surpreendendo os fãs. Nieminen, atual 92 do ranking, abriu 2/0 e parecia ter fôlego para ampliar a vantagem, em razão dos erros bobos do sérvio.

Djokovic, contudo, não demorou para se recuperar. Ele devolveu a quebra no sexto game, empatou a partida e foi para cima, em busca da virada. No 10 game, o líder do ranking obteve nova quebra, fechando o set inicial. Daí em diante, o finlandês não teve mais chances na partida.

O sérvio abriu vantagem no segundo set ao se impor no saque do adversário no quarto game. Sem oferecer maior resistência, Nieminen cedeu nova quebra e Djokovic selou o triunfo na parcial. O terceiro set seguiu no mesmo ritmo.

Na terceira rodada, Djokovic terá um rival mais difícil pela frente. Ele vai duelar contra o australiano Bernard Tomic, 26 do ranking. Ontem, ele avançou na chave ao derrotar o francês Pierre-Hugues Herbert por 7/6 (7/3), 6/4 e 7/6 (7/5).

Ainda ontem, o belga David Goffin e o francês Richard Gasquet se garantiram na terceira rodada. O primeiro bateu o local Liam Broady por 7/6 (7/3), 6/1 e 6/1, enquanto que o ex-Top 10 eliminou o francês Kenny De Schepper por 6/0, 6/3 e 6/3. Goffin poderá cruzar com o experiente cipriota Marcos Baghdatis na sequência.

Campeão de Roland Garros no mês passado, Stan Wawrinka voltou a vencer uma partida por 3 sets a 0 para garantir vaga na terceira rodada de Wimbledon. Quatro cabeça de chave, o tenista suíço desta vez derrotou o dominicano Victor Estrella Burgos com parciais de 6/3, 6/4 e 7/5. Em sua estreia, Wawrinka havia passado pelo português João Sousa também sem ceder sets. Com isso, ele chegará embalado para enfrentar na próxima fase o espanhol Fernando Verdasco, que em outro duelo de ontem levou a melhor em uma dura baralha com o austríaco Dominic Thiem, batido por 3 sets a 2, com 5/7, 6/4, 5/7, 6/3 e 6/4.

Outro cabeça de chave que avançou à terceira rodada foi o canadense Milos Raonic. Sétimo pré-classificado, ele derrotou o alemão Tommy Haas por 3 sets a 1, com parciais de 6/0, 6/2, 6/7 (5/7) e 7/6 (7/4). E o próximo rival de Raonic será a promessa australiana Nick Kyrgios, que com um festival de pancadas do fundo de quadra eliminou o argentino Juan Monaco por 7/6 (7/5), 6/3 e 6/4. (AE)