Publicado 01 de Julho de 2015 - 5h30

A goleada sobre o São Paulo ainda é comemorada pela torcida e no elenco do Palmeiras ela está sendo usada como exemplo. O técnico Marcelo Oliveira espera que a vitória diante do rival sirva de inspiração para a equipe embalar de vez e triunfar diante da Chapecoense, hoje, a partir das 21h, no Allianz Parque. O desafio do Palmeiras é mostrar que aprendeu a jogar contra times que se fecham bem na defesa.

"Não adianta fazer um bom jogo contra o Corinthians e São Paulo se a gente não ganhar na quarta (hoje). Não vai ter valido de nada. Temos de mentalizar isso, e sabemos que uma vitória diante da Chapecoense vai fazer valer a pena a vitória do final de semana. O clássico tem de ficar no passado", disse o lateral-esquerdo Egídio, um dos destaques no domingo.

Para tentar resolver o problema, o técnico Marcelo Oliveira resolveu não mexer no que deu certo. Assim, mandará a campo a mesma formação que derrotou o São Paulo, com Leandro Pereira na frente. O atacante deixou o clássico com dores musculares, mas não será problema para o jogo desta noite.

Preocupado com a condição física dos atletas, o treinador decidiu dar um descanso nos últimos dois dias para os jogadores que enfrentaram o São Paulo, domingo passado. O departamento de fisiologia do clube orienta que os titulares não treinem com bola nos dois dias seguintes aos jogos. Por isso, tanto na segunda como ontem nenhuma atividade tática foi feita.

Na segunda, os titulares ficaram realizando recuperação física na academia e ontem a maioria ficou jogando futevôlei. As exceções foram o volante Arouca, que fez trabalho de fortalecimento muscular na academia, assim como o lateral-esquerdo Egídio, o atacante Leandro Pereira e o goleiro Fernando Prass treinaram normalmente com os outros jogadores. Enquanto isso, os reservas realizaram um treino em campo reduzido e participaram de uma atividade de finalização e cruzamentos. O zagueiro Leandro Almeida, novo reforço alviverde, esteve presente em todo o treinamento e pela primeira vez fez uma atividade com bola ao lado dos companheiros.

Já o zagueiro Tobio participou do aquecimento com todo o grupo e deixou a atividade. Ele acerta os últimos detalhes para ser emprestado ao Boca Juniors e a negociação deve ser finalizada até o fim da semana. O defensor, inclusive, já postou mensagens nas mídias sociais, nas quais deixa claro que está muito próximo de deixar o Palmeiras.

A torcida mais uma vez deve marcar presença em peso: até a noite de ontem foram vendidos 23 mil ingressos. A diretoria fez uma promoção e o ingresso mais barato custa R$ 60. (Da Agência Estado)

Adversários têm dois desfalques para a partida

A Chapecoense visita o Palmeiras com o objetivo de acabar com a alegria do rival. As duas equipes estão próximas na tabela do Brasileiro. O time catarinense é o nono colocado com 13 pontos, enquanto os paulistas estão em 12 lugar, com 12. Para não ser ultrapassada pelo adversário na classificação, a Chapecoense terá de superar dois desfalques por contusão. O meia Ananias lesionou o joelho esquerdo e o volante Bruno Silva sentiu o joelho direito. A boa notícia é o retorno do volante Gil.

Com as mudanças impostas, o técnico Vinícius Eutrópio espera montar uma equipe taticamente semelhante à que venceu o Cruzeiro fora de casa por 1 a 0 há duas rodadas. Na ocasião, o time atuou no esquema 4-5-1, não deu espaço para o time mineiro no campo defensivo e soube explorar os contra-ataques para sair com a vitória. "Com as entrada do Wagner, do Gil e ainda a manutenção do Cleber Santana, nós teremos um sistema de jogo muito parecido com aquele do jogo contra o Cruzeiro", comentou. (AE)

PALMEIRAS

Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Arouca, Gabriel, Rafael Marques, Robinho e Dudu; Leandro Pereira. Técnico: Marcelo Oliveira.