Publicado 03 de Julho de 2015 - 13h03

Agência do Banco Itaú na Ceasa Campinas foi assaltada

Cedoc/RAC

Agência do Banco Itaú na Ceasa Campinas foi assaltada

Uma quadrilha com oito homens encapuzados e armados com fuzis e metralhadoras invadiu, por volta das 12h desta sexta-feira (3), a agência do Banco Bradesco que funciona dentro da Centrais de Abastecimento Campinas S/A (Ceasa), em Campinas. Três dos bandidos fizeram um 'arrastão' no corredor onde ficam os bancos e fizeram reféns 10 pessoas que estavam no local. 

Outros quatro criminosos invadiram o banco. Diante da negativa do vigilante em permitir a entrada do bando, eles usaram uma marreta para quebrar uma parede de vidro ao lado da porta giratória. Segundo testemunhas, eles agrediram com coronhadas o vigia e o gerente administrativo, que foram rendidos na ação. 

Reféns

Descritos como violentos, os criminosos levaram todos os reféns para dentro do banco. Depois de retirar o dinheiro do caixa (a quantia ainda não foi divulgada para a imprensa), os ladrões roubaram R$ 1,1 mil de uma farmácia que funciona perto do banco. 

Os assaltantes fugiram em um Renault Sandero levando três clientes do banco como reféns, que foram colocados no porta-malas do veículo. Na fuga, dispararam pelo menos quatro tiros. Segundo relatos das testemunhas, houve gritaria, correria e pânico. "Na fuga (dos bandidos) eu ouvi uns quatro tiros. Não sei em que direção foi pois tinha muitas pessoas correndo apavoradas, outras curiosas. Eu mesmo escutei os tiros me abaixei", contou um dos trabalhadores que estavam no local. 

Buscas

A Polícia Militar foi acionada e destacou o helicóptero Águia e uma equipe do Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar (Baep) para ajudar a fazer buscas por suspeitos. O carro foi abandonado em uma estrada de terra a dois quilômetros da Ceasa, no bairro Vila Esperança.

Os reféns foram libertados na Rodovia Dom Pedro e caminharam até um posto de combustível para pedir ajuda. Os feridos foram socorridos na enfermaria que funciona na Ceasa. Até o momento, os criminosos não foram presos. 

O Bradesco informou, por meio de nota enviada ao Correio Popular, que a agência permanecerá fechada nesta sexta-feira e voltará a funcionar normalmente na segunda-feira. 

 Com informações da repórter Alenita Ramirez/AAN