Publicado 14 de Julho de 2015 - 18h10

Por Raquel Valli

Pit bull fêmea vive confinada há oito meses em uma corrente, em meio ao entulho, na região Sul de Campinas

Marynes Silva

Pit bull fêmea vive confinada há oito meses em uma corrente, em meio ao entulho, na região Sul de Campinas

Um pit bull fêmea, que vive confinada há oito meses em uma corrente, em meio ao entulho, na região Sul de Campinas, precisa de um lar temporário, hotelzinho ou de adoção permanente para poder ser resgatada.

"Eu me comprometo a resgatar e dou suporte com tudo", afirma a protetora de animais Marynes Silva, que não tem para onde levar o animal.

Marynes se indignou com a situação da cachorra, cuja "água está verde na vasilha" e decidiu ajudar. Além disso, a fêmea, abandonada, não tem o que comer. 

Quem quiser e puder ajudar, deve entrar em contato com a protetora pelo Facebook ou pelo telefone (19) 9-9270-5779. 

Escrito por:

Raquel Valli