Publicado 08 de Julho de 2015 - 18h38

Por Raquel Valli

Entre os animais, Blue é o que está mais doente. "Não está comendo e nem se levantando", conta Raissa

Amor de Bicho

Entre os animais, Blue é o que está mais doente. "Não está comendo e nem se levantando", conta Raissa

 O grupo de proteção animal Amor de Bicho, de Campinas, está precisando de ajuda para o tratamento de seis filhotes e da mãe dos animais, que foram resgatados no último domingo (5), na rua, em Hortolândia. Os sete estavam na chuva e no frio. A cachorrinha e os bebês estão com hemoparasitose (popularmente conhecida como doença do carrapato), e os filhotes, estão, ainda, com parvovirose.

Ambas as doenças são graves e fatais. A 'parvo', especificamente, é causada por um vírus que acomete sobretudo cães com baixa imunidade. Entre os sintomas, encontram-se: diarreia (que pode vir acompanhada de sangue), fata de apetite, febre, prostração e vômito. Por ser altamente contagiosa e resistir à limpeza com desinfetante, o ideal é que os animais fiquem internados.

Entretanto, como a internação para os seis filhotes fica R$ 300,00 por dia - (R$ 50,00) por bebê -, eles terão que passar o feriado na casa da protetora Raíssa Natali, que já tem 25 cães em casa.

Fora o custo da internação, o Amor de Bicho ainda está custeando o tratamento. O grupo não conta com nenhuma ajuda governamental. Conta apenas com trabalho voluntário e com doações.

Ajuda

No caso da doença do carrapato, o tratamento é feito com antibióticos. Já no da parvovirose é de suporte (com soro e alimentação suplementar). Por isso, o grupo precisa de doações de Latas A/D e de tapetes higiênicos.

 Entre os animais, Blue (o branquinho, de olhos azuis) é o que está mais doente. “Não está comendo e nem se levantando”, conta Raissa.

Todos eles estão sendo tratados na clínica Dog's Ville, em Campinas. 

O pedido de resgate partiu de uma moradora de Hortolândia, depois que dois bebês já tinham morrido atropelados na rua. 

Quem quiser e puder ajudar, deve entrar em contato com Raíssa pelo Facebook ou pelo telefone (19) 9-9837-9473.

Escrito por:

Raquel Valli