Publicado 14 de Julho de 2015 - 5h00

Por Luís César de Souza Pinto/Especial para a AAN

Produzido no Brasil desde o final do ano passado, o modelo agora é vendido em quatro versões, com preços que começam em R$ 68.900.

Divulgação

Produzido no Brasil desde o final do ano passado, o modelo agora é vendido em quatro versões, com preços que começam em R$ 68.900.

Pequenos ajustes que, de acordo com a Mitsubishi, deixaram o Lancer mais ao ‘gosto do brasileiro’ e o lançamento de uma versão intermediária são as novidades apresentadas na linha 2016 do sedã que começa a chegar às revendas da marca japonesa. Produzido no Brasil desde o final do ano passado, o modelo agora é vendido em quatro versões, com preços que começam em R$ 68.900.

Entre as alterações na nova linha, se destacam a seção central do para-choque pintada na cor do veículo e rodas de liga leve de 16 polegadas. A suspensão está um pouco mais elevada, com 17 cm de altura livre do solo. Desde a versão de entrada com câmbio manual, de R$ 68.990, o carro oferece direção hidráulica, ar-condicionado digital, trio elétrico, sistema de som integrado, sensores de chuva e crepuscular, volante multifuncional e piloto automático.

Equipamentos

A nova versão intermediária HLE, que se diferencia das demais pelo pacote de equipamentos. Por R$ 85.490, incorpora teto solar, borboletas atrás do volante, bancos em couro e um pacote de segurança mais completo, com nove airbags (dois frontais, dois laterais, quatro de cortina e um de joelho).

O Lancer HLE vem equipado ainda com sensor de acendimento automático de faróis, sensor de chuva, piloto automático e controle de áudio e telefone integrados ao volante, ar-condicionado automático e computador de bordo no centro do painel, com informações que podem ser facilmente visualizadas. O teto solar e os bancos com couro completam o visual.

O sedã traz moderno sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas e acabamento cromado. Inclui navegador GPS, Bluetooth com viva voz para telefone e transmissão de áudio, USB com interface para smartphones, toca-CD/DVD, rádio, entrada auxiliar e para cartões SD. Há, ainda, o Dynamic Information System (DIS), com acelerômetro, aceleração lateral, bússola, inclinação frontal e altitude.

Motor 

Em todas as versões, o Lancer é equipado com motor MIVEC 2.0 a gasolina, de quatro cilindros, 16V com comando variável e injeção eletrônica multiponto sequencial, que gera uma potência de 160 cv e 20 kgfm de torque.

Forjado em alumínio, o motor reduz o peso do veículo aumentando a estabilidade e proporcionando um ótimo rendimento. De acordo com a fabricante, essa geração de motores é caracterizada pelo excelente desempenho, economia e baixa manutenção.

O Lancer HLE é equipado com transmissão automática CVT de seis velocidades com Sports Mode (que pode ser acionado na alavanca ou pelas borboletas, localizadas atrás do volante), além da tecnologia Invecs-III, que se adapta ao modo de dirigir de cada motorista, realizando as trocas de marcha de maneira mais suave.

A nova suspensão, calibrada para rodar nas ruas estradas brasileiras, promete mais conforto e praticidade para nas várias condições de piso. “Fizemos também um trabalho de aprimoramento no isolamento acústico, deixando o interior do veículo ainda mais silencioso", explica Reinaldo Muratori, diretor de Engenharia e Planejamento da Mitsubishi Motors do Brasil.

Escrito por:

Luís César de Souza Pinto/Especial para a AAN