Publicado 15 de Julho de 2015 - 21h33

Por Agência Estado

Eles foram recolhidos e encaminhados a um abrigo mantido pela ONG em Saquarema, na Região dos Lagos.

Divulgação / ONG SOS Aves & Cia

Eles foram recolhidos e encaminhados a um abrigo mantido pela ONG em Saquarema, na Região dos Lagos.

Dois pinguins que estavam na praia de São Conrado, na zona sul do Rio, foram resgatados por um casal na segunda-feira (13), e transportados em uma sacola para a casa da família, na Rocinha. A filha de 8 anos queria adotar e cuidar dos animais.

A família ofereceu sardinhas para os pinguins, mas eles recusaram. O pai, então, resolveu pedir ajuda especializada: nesta terça-feira, 14, ligou para a ONG SOS Aves e Cia e perguntou como deveria alimentar os pinguins.

O presidente da entidade, Paulo Maia, inicialmente achou que era um trote. Mesmo assim, alertou o interlocutor de que manter pinguins em casa é crime ambiental. Foi convidado a ir até a casa da família para recolher os pinguins.

Quando chegou, ainda incrédulo, viu os animais no sofá, em frente à TV. Eles foram recolhidos e encaminhados a um abrigo mantido pela ONG em Saquarema, na Região dos Lagos.

Segundo o ambientalista, os pinguins vieram da Patagônia - região repleta de geleiras que fica na Argentina e no Chile e onde a temperatura varia entre 10°C e -20°C - e chegaram ao Rio por conta de uma corrente marítima. Em breve eles serão encaminhados novamente à Patagônia, com outros 31 animais recolhidos até esta semana.

Mesmo passando só algumas horas na Rocinha, os pinguins ganharam nomes: Pá e Gode.

Escrito por:

Agência Estado