Publicado 16 de Julho de 2015 - 10h13

Por France Press

Depp e Amber violaram lei australiana que determina quarentena para evitar que os animais procedentes do exterior levem doenças ao país

Yoshikazu Tsuno/ AFP

Depp e Amber violaram lei australiana que determina quarentena para evitar que os animais procedentes do exterior levem doenças ao país

A esposa de Johnny Depp, Amber Heard, será julgada na Austrália por ter introduzido ilegalmente no país seus dois cachorros, Pistol e Boo, informaram nesta quinta-feira (16) as autoridades australianas. O Ministério da Agricultura, responsável pela política veterinária, anunciou que a atriz e modelo receberá uma citação judicial por violação da legislação sobre a quarentena, que tem o objetivo de evitar que os animais procedentes do exterior levem doenças ao país.

Segundo a imprensa, o julgamento será realizado em setembro em um tribunal do estado de Queensland. Este crime é punido com penas que vão de uma multa a dez anos de prisão. Johnny Depp e sua mulher levaram seus cachorros à Austrália durante a filmagem em Queensland de "Piratas do Caribe", um filme protagonizado pelo ator.

Cães descobertos

Dias depois de sua chegada, os cachorros foram descobertos pelas autoridades e enviados de volta aos Estados Unidos da mesma forma que chegaram, em um avião privado. Quando os animais foram descobertos, o ministro da Agricultura, Barnaby Joyce, lançou uma violenta campanha contra o astro de Hollywood. "Já é hora de que Pistol e Boo (...) voltem aos Estados Unidos", disse o ministro, ameaçando-os com a eutanásia.

Amber Heard respondeu criticando os membros do governo que viveram 15 minutos de glória às custas do casal de famosos. "Acredito que graças a algumas autoridades políticas a partir de agora vamos evitar todo o possível" vir à Austrália, disse a modelo à rede de televisão Channel Seven.

Rigidez

Para evitar doenças como a raiva, os australianos são muito rígidos com as medidas de quarentena. "Se vem a nossa casa, tem que cumprir os protocolos de biossegurança", insistiu novamente o ministro nesta quinta-feira. "Se a doença se propagasse aos cães selvagens, que são muito numerosos, os efeitos seriam devastadores", acrescentou.

A produção da sequência, chamada "Os homens mortos não contam contos", terminará nas próximas semanas. Durante sua estadia na Austrália, Johnny Depp conquistou os australianos, recebendo os fãs no local das filmagens e visitando crianças doentes vestido de pirata.

A saga "Piratas do Caribe" arrecadou até agora mais de 3,6 bilhões de dólares.

Escrito por:

France Press