Publicado 14 de Julho de 2015 - 10h53

Por France Press

Milhões de pessoas participam das peregrinações na Índia

France Press

Milhões de pessoas participam das peregrinações na Índia

Um tumulto às margens de um rio sagrado matou 27 pessoas nesta terça-feira (14) na região sul da Índia, no início da temporada de peregrinações, anunciaram as autoridades. A tragédia aconteceu às 8H locais, duas horas depois do início da peregrinação às margens do rio, onde milhares de pessoas participavam em um banho ritual.

"Vinte e sete pessoas morreram no tumulto e 29 ficaram feridas", disse Parakala Prabhakar, porta-voz do governo do estado de Andhra Pradesh (Sul).  Pelo menos dois feridos estão em condição crítica. Quatro mulheres e uma adolescente de 15 anos estão entre as vítimas, segundo a polícia.

Milhões de pessoas

"Um primeiro grupo de peregrinos saiu do rio depois do banho e ficou no caminho de outro grupo que desejava estar na água em um horário considerado propício", disse A. Srinivasan Rao, chefe de polícia de Andhra Pradesh.

A peregrinação, com o nome Maha Pushkaralu, coincide com a de Kumbh Mela, em Nashik, no estado de Maharashtra (oeste da Índia), que deve contar com a participação de milhões de pessoas. A peregrinação de Kumbh Mela, marcada pelo mergulho em um rio sagrado, acontece a cada três anos, com um rodízio entre as quatro cidades sagradas que recebem o evento.

Os organizadores querem evitar a tragédia ocorrida há 12 anos, quando 39 pessoas morreram em um momento de debandada.

Escrito por:

France Press