Publicado 12 de Julho de 2015 - 10h38

Por France Press

Tufão provocou a emissão de alertas por toda a Coreia do Sul

France Press

Tufão provocou a emissão de alertas por toda a Coreia do Sul

O tufão Chan-hom atingiu a Coreia do Sul neste domingo, depois de passar pela região leste da China, onde os ventos e as chuvas torrenciais provocaram muitos danos às plantações.

Quase um milhão de pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas na província chinesa de Zhejiang, ao sul de Xangai, ante a chegada do tufão mais potente a afetar a região desde 1949, segundo o Centro Nacional de Meteorologia (NMC) chinês.

Durante o fim de semana, centenas de voos foram anulados em Xangai, assim como viagens de ônibus ou trens.

As autoridades de Zhejiang calcularam os danos materiais em 305 milhões de dólares, sobretudo por destruições em estufas e plantações.

As agências meteorológicas reduziram neste domingo o nível de alerta de vermelho para laranja.

Na Coreia do Sul, 60 voos domésticos foram cancelados com decolagem ou pouso em Seul.

As regiões costeiras do sul e oeste do país, que registraram fortes chuvas neste domingo, emitiram boletins de alerta.

O tufão deve ser rebaixado para uma depressão tropical ao atingir a Coreia do Norte na segunda-feira.

O Chan-hom deixou cinco mortos nas Filipinas esta semana e mais de 20 feridos em sua passagem pelo arquipélago japonês de Okinawa. Em Taiwan, o fenômeno deixou quatro feridos.

Escrito por:

France Press