Publicado 12 de Julho de 2015 - 10h34

Por France Press

Aeroporto Internacional de Bali, na Indonésia, reabriu neste domingo para liberar os turistas, presos no País há dois dias

France Press

Aeroporto Internacional de Bali, na Indonésia, reabriu neste domingo para liberar os turistas, presos no País há dois dias

As autoridades da Indonésia fecharam novamente neste domingo o aeroporto da ilha turística de Bali após uma erupção do vulcão Raung, que provoca uma densa nuvem de cinzas.

O aeroporto internacional Ngurah Rai reabriu no sábado para permitir que milhares de turistas, bloqueados há dois dias, deixassem a ilha.

Mas neste domingo, o ministério dos Transportes anunciou que a nuvem de cinzas seguia novamente na direção de Bali e que o aeroporto permaneceria fechado por algumas horas.

Milhões de turistas visitam nesta época do ano a ilha de praias paradisíacas, a única hindu na Indonésia, país de maioria muçulmana.

O nível de alerta do monte Raung, de 3.300 metros de altura, foi elevado para o penúltimo de maior risco no fim de junho, depois que o vulcão começou a projetar lava e nuvens de cinza.

Neste domingo, as cinzas chegavam a 1.000 metros de altura e os ventos sopravam em direção sudeste, para Bali, segundo os especialistas.

O monte Raung é um dos 129 vulcões ativos na Indonésia, arquipélago situado no "círculo de fogo do Pacífico", uma região de encontro de várias placas tectônicas.

Escrito por:

France Press