Publicado 08 de Julho de 2015 - 11h06

Por France Press

As autoridades italianas confiscaram bens avaliados em mais de 1,6 bilhão de euros de uma família de empresários sicilianos suspeita de ter enriquecido graças às ligações com a máfia, anunciou a Direção de Investigação Antimáfia (DIA) de Palermo.

O valor de 1,6 bilhão de euros "representa, em seu conjunto, um dos maiores confiscos da história", afirma a DIA em um comunicado.

Escrito por:

France Press