Publicado 07 de Julho de 2015 - 10h36

Por France Press

Tropas do regime sírio abandonam a cidade de Palmira, agora controlada pelo Estado Islâmico

France Press

Tropas do regime sírio abandonam a cidade de Palmira, agora controlada pelo Estado Islâmico

A polícia espanhola prendeu nas Ilhas Canárias uma mulher acusada de recrutar meninas e adolescentes para viagens a zonas controladas pelo grupo Estado Islâmico (EI), anunciou o ministério do Interior. A mulher, detida em Arrecife, na ilha de Lanzarote, "mantinha contato direto com fontes do Daesh (acrônimo do EI) na Síria", afirma um comunicado ministerial.

"A detida é acusada de recrutar meninas e adolescentes, as quais facilitava o deslocamento a zonas controladas pela organização terrorista Daesh", completa a nota oficial.

Várias células responsáveis por recrutar voluntários, incluindo jovens mulheres, dispostos a viajar para áreas de conflito dominadas pelo EI foram desmanteladas nos últimos meses na Espanha, especialmente nos territórios o norte da África de Melilla e Ceuta, únicas fronteiras terrestres entre a Europa e a África.

Escrito por:

France Press