Publicado 05 de Julho de 2015 - 16h25

Por France Press

Catherine, William e o pequeno George percorreram o caminho de sua casa até a igreja a pé, empurrando um carrinho de época onde estava a princesa

France Press

Catherine, William e o pequeno George percorreram o caminho de sua casa até a igreja a pé, empurrando um carrinho de época onde estava a princesa

A princesa Charlotte, quarta na linha de sucessão ao trono britânico, foi batizada neste domingo em uma cerimônia privada na igreja de St. Mary Magdalene, em Sandringham (leste da Inglaterra), na presença de 21 convidados entre os quais estava a rainha.

Pela primeira vez, o príncipe William, de 32 anos, sua esposa Catherine, de 33, o príncipe George, que completará 2 anos em 22 de julho, e sua pequena irmã, nascida há nove semanas, apareceram juntos em público, deslocando-se a pé até a igreja desde sua residência de Anmer Hall, localizada na propriedade real de Sandringham (Norfolk, leste da Inglaterra).

Charlotte chegou em um carrinho de época, que foi utilizado pela rainha para levar seus próprios filhos, empurrado por sua mãe Catherine, vestida para ocasião com um conjunto de cor creme de Alexander McQueen. Junto à elas, William segurava a mão do pequeno príncipe George, que usava bermudas vermelhas e uma camisa polo branca com detalhes também em vermelho.

Se trata da segunda aparição pública de Charlotte após sua apresentação à mídia internacional, no dia de seu nascimento, no último 2 de maio, no hospital de St. Mary. 

A rainha Elizabeth II, de 89 anos, e seu marido, o príncipe Philip, de 94 anos, bisavós de Charlotte, estavam entre os 21 convidados, assim como o príncipe Charles, avô paterno, e sua esposa, Camila. Os avós maternos, Carole e Michael Middleton também participaram da cerimônia, assim como o irmão e a irmã de Catherine, James e Pippa.

Em viagem de três meses na África, o príncipe Harry, tio de Charlotte, estava ausente.

Cinco madrinhas e padrinhos

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, tuitou seus "melhores desejos para os duques de Cambridge pelo batismo da princesa Charlotte".

Algumas centenas de admiradores da monarquia se levantaram de madrugada ou passaram a noite no local para ficar na primeira fila.

"Eles são absolutamente formidáveis e sempre me sinto bem-vindo por eles", declarou Terry Hutt, de 80 anos, apelidado de "The Union Jack Man" por suas vestimentas, após ter tido uma noite curta e acordado sob chuva.

Apesar de a cerimônia religiosa, que começou às 16h locais, ser privada, William e Kate haviam anunciado que ficariam" felizes em receber os admiradores (da monarquia) em frente à igreja" para festejar o batismo de sua filha.

Ao chegar na entrada do templo, Kate pegou sua filha, que chorava, nos braços.

William e Kate escolheram cinco padrinhos e madrinhas para Charlotte, entre os quais estão uma prima de William do lado materno, Laura Fellowes, e um primo de Kate, Adam Middleton. Os outros três são amigos íntimos do casal. No batizado de George foram sete.

Conforme a tradição, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, chefe espiritual dos anglicanos, batizou a menina derramando sobre sua cabeça por três vezes água do rio Jordão.

Homenagem a Diana

Para a ocasião, imortalizada pelo fotógrafo de moda Mario Testino, Charlotte usava um vestido branco de renda e cetim, réplica do qual vestiu em 1841 a filha mais velha da rainha e imperatriz Victoria.

Apesar de muitos membros da família real, entre eles a própria Elizabeth II e os príncipes Charles e William, terem sido batizados no palácio de Buckingham em Londres, o casal optou pela igreja de St. Mary Magdalene visto que a mãe de William, Diana, falecida aos 36 anos em Paris em 1997, recebeu a água benta nesta em 30 de agosto de 1961. Na mesma, a família real festeja o Natal todos os anos.

Enquanto George foi batizado na intimidade da capela real do palácio Saint-James, um lugar também simbólico para William, onde o corpo de sua mãe repousou na véspera de seu funeral.

Após a cerimônia religiosa, os convidados foram chamados a tomar um chá na Casa Sandringham, acompanhado de um pedaço de bolo do casamento de Kate e William, como impõe a tradição.

 

 

Escrito por:

France Press