Publicado 07 de Julho de 2015 - 15h37

Tentativa de assassinato ocorreu em Piracicaba

Antonio Trivelin/ Gazeta de Piracicaba

Tentativa de assassinato ocorreu em Piracicaba

Um desentendimento entre dois funcionários de um frigorífico de Piracicaba, na manhã de segunda-feira (6), quase terminou em tragédia. Após discussão por causa de um aparelho celular, irritado, um deles pegou uma faca do setor de abates e cortou a barriga do outro - na horizontal - de forma que as vísceras ficaram expostas e era possível enxergar o intestino da vítima.

Teve quem passou mal ao ver a cena, incluindo muito sangue espalhado pelo chão. O crime, registrado como tentativa de homicídio, aconteceu às 9h50, no Jardim Algodoal. Segundo apurou a polícia, a vítima cumpre pena no regime semiaberto, do Centro Progressivo Penitenciário de Porto Feliz, na região de Sorocaba, e trabalha em Piracicaba.

Depois da confusão, a ocorrência era apresentada no 4º Distrito Policial quando o autor requisitou a Polícia Militar no frigorífico e se apresentou espontaneamente. Ele contou aos PMs da 5ª Companhia que a vítima, de 30 anos, estaria com um aparelho celular e pediu a ele (autor) que solicitasse à sua namorada, que trabalha no mesmo lugar, para que ela carregasse o celular dele (vítima) na tomada.

O autor disse que falou à vítima que não seria correto, pois ela estava trabalhando, e isso poderia dar problema. A vítima teria ido, então, até seu setor de trabalho - de abates de animais -, onde ocorreu a discussão. Conta o autor que a vítima veio em sua direção, para agredi-lo. Ele (autor) deu a facada no rapaz. Foi aberto um corte horizontal, de um lado a outro da barriga, segundo apurou a Gazeta. O socorro foi providenciado pelo Corpo de Bombeiros e uma unidade móvel do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A confusão foi filmada por câmeras internas. O delegado Rinaldo Puia de Souza, que responde pelo 4º DP, requisitou as imagens, as quais lhe serão passadas ainda esta semana.

Os Bombeiros fizeram procedimento para evitar que as vísceras saíssem ainda mais da barriga do rapaz.

O delegado disse que fez contato com o hospital e o rapaz já teria sido operado, indo para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Pelo fato de se entregar, o autor não foi preso em flagrante, mas vai responder por tentativa de homicídio.