Publicado 01 de Julho de 2015 - 21h32

Por Jaqueline Harumi Ishikawa

Mulher perde controle de carro e atropela pedestres em Campinas

Janaína Ribeiro/ ANN

Mulher perde controle de carro e atropela pedestres em Campinas

Uma policial militar aposentada de 50 anos confundiu os pedais de freio e acelerador quando saía com seu carro de um estacionamento da Rua Bernadino de Campos, no Centro de Campinas, na tarde desta quarta-feira, 01, e atropelou duas pedestres e atingiu três veículos que estavam estacionados dentro de outro estacionamento, no lado oposto da via.

Na situação, a parede de uma financeira vizinha ao fundo do estabelecimento onde o acidente aconteceu sofreu rachadura com o impacto de um dos veículos acidentados.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma vítima foi socorrida em estado grave para o Hospital de Clínicas da Unicamp, mas a outra não teve o quadro clínico nem a unidade de saúde de destino informados. A vítima grave seria uma idosa de 70 anos, segundo a própria motorista. "Saí do estacionamento e errei. Em vez de pisar no freio acelerei e acabei assustando ao ver que atingiria a senhora" , relatou a policial militar aposentada, que estava com a mãe de 72 anos, que havia levado ao médico. "Nunca aconteceu isso comigo. Eu dirigia viatura" , lamentou.

De acordo com um funcionário do estabelecimento onde o acidente aconteceu, o Honda City da autora saiu do estacionamento no lado oposto e atingiu as duas mulheres que passavam na calçada em frente ao estabelecimento onde trabalha. Ali, o City colidiu de frente com uma caminhonete L200, a qual atingiu a parede, e bateu parcialmente na frente de um ix35, o qual bateu a traseira na frente de um Voyage.

"Estava trabalhando e só ouvi um barulho. Achei que estava caindo o teto. Fiquei sabendo do acidente porque uma funcionária veio ver o que estava acontecendo" , contou o coordenador da financeira que ficou com rachaduras na parede.

A Bernardino de Campos ficou interditada pela Emdec por cerca de meia hora para o trabalho de resgate no trecho entre as ruas Regente Feijó e José Paulino e a Polícia Militar foi acionada para registro da ocorrência.

Escrito por:

Jaqueline Harumi Ishikawa