Publicado 02 de Junho de 2015 - 11h46

Por Agência Estado

Ceni já não havia conseguido participar do que seria sua despedida do Morumbi, no fim de semana passado, contra o Figueirense

France Press

Ceni já não havia conseguido participar do que seria sua despedida do Morumbi, no fim de semana passado, contra o Figueirense

O São Paulo deve anunciar nesta semana a renovação de contrato do goleiro Rogério Ceni até o fim da temporada e aposta no programa de sócio-torcedor para conseguir bancar a permanência do ídolo do time. O presidente Carlos Miguel Aidar afirmou que a adesão de novos são-paulinos será fundamental para confirmar a permanência do jogador de 42 anos.

Rogério Ceni tem contrato até o começo de agosto e caso fique até dezembro, custaria ao clube cerca de R$ 3,5 milhões em salários. "O programa de sócios terá papel importante na possibilidade de renovação com o Rogério. Estamos definindo as condições ainda. Espero poder fazer um anuncio mais formal durante essa semana", contou o presidente.

Atualmente o São Paulo tem 55,8 mil sócios e ocupa a sétima posição entre os clubes do futebol brasileiro, de acordo com o ranking do "Movimento por um Futebol Melhor". O clube tem trabalhado nas últimas semanas para reformular o programa de sócio-torcedor, ao elaborar novos planos e vantagens. A possibilidade de Rogério Ceni renovar pode ser mais um atrativo para novas adesões.

Na última semana o goleiro e a diretoria começaram as conversas sobre a renovação. A chegada do treinador colombiano Juan Carlos Osorio também pode contribuir para o jogador de 42 anos prolongar a carreira. O novo técnico disse que quer conversar com o atleta para saber quais planos dele para os próximos meses.

Osorio elogiou bastante o capitão são-paulino. "Tenho admiração por Rogério e sua carreira vencedora. Estar ativo em sua idade não é uma coisa fácil, e sei que ele é o primeiro a chegar ao CT e o último a sair. É um exemplo para o clube. É importante ter jogadores assim", comentou.

O técnico colombiano comparou a importância de Rogério a dois jogadores com que trabalhou. Pelo Atlético Nacional, Osorio citou o atacante Juan Pablo Ángel, de 39 anos, e dos tempos em que foi auxiliar no Manchester City, relembrou do também goleiro Peter Schmeichel. O dinamarquês encerrou a carreira pelo clube aos 39 anos, em 2003.

Escrito por:

Agência Estado