Publicado 30 de Junho de 2015 - 5h30

As vendas de etanol hidratado nos postos brasileiros bateram recorde histórico em maio. Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) mostram que no mês passado foram comercializados 1,43 bilhão de litros do produto, respondendo por 23% da demanda do ciclo Otto. Esse resultado supera os porcentuais registrados em igual mês de 2014 (15,7%) e de 2013 (14,8%).

Em nota, o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, diz que a relação favorável ao preço do hidratado frente à gasolina é o principal fator a impulsionar as vendas do produto. “Os ajustes na tributação do etanol em alguns Estados, a elevação do preço da gasolina e a maior produção do renovável pela indústria estão garantindo bons resultados de venda no mercado nacional.”

Em Minas Gerais, onde a alíquota de ICMS sobre o hidratado caiu de 19% para 14% em março, as vendas do biocombustível somaram 142,83 milhões de litros em maio, mais que o dobro do volume observado no mesmo mês do último ano. Esse crescimento do consumo de etanol hidratado também ocorreu em outros importantes Estados produtores, como São Paulo, Paraná, Goiás e Mato Grosso, de acordo com a Unica. Já o consumo de gasolina vem registrando queda. Na comparação entre o aferido em maio de 2014 e maio de 2015, a demanda pelo combustível fóssil diminuiu em mais de 12%. (AE)