Publicado 30 de Junho de 2015 - 5h30

O autônomo William de Morais Ferreira, de 26 anos, foi assassinado com três tiros — dois nos ombros e um no pescoço — ontem de madrugada, no Jardim São Marcos, em Campinas. O corpo de Ferreira foi achado ontem pela manhã por moradores do bairro que passavam pelo local e chamaram a avó da vítima.

O corpo estava no meio do mato. Nenhum suspeito do assassinato havia sido preso até o fechamento desta edição.

Segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz teria problemas psiquiátricos, ataque epilético e seria usuário de drogas, mas não constava nenhuma passagem criminal registrada contra ele. O corpo do autônomo foi encontrado a poucos metros de onde a vítima morava com a avó. Conforme informações levantadas pela Polícia Civil, os disparos foram feitos pelas costas. Nos joelhos haviam escoriações.

De acordo com uma tia da vítima, o corpo foi achado por volta das 7h20 por uma vizinha. Ela foi até a casa do jovem e chamou a avó. Como ele sofria de ataque epilético, a mulher achou que ele estava desmaiado e pediu socorro para o resgate do Corpo de Bombeiros, que constatou o homicídio.

“Ele não tinha dívida com traficantes, pois a avó pegava o dinheiro da aposentadoria dela para pagar as dívidas com drogas”, contou um policial que participou do registro da ocorrência. O crime foi registrado como homicídio no

7 Distrito Policial (Barão Geraldo) e será investigado pelo Setor de Homicídios de Campinas. (Alenita Ramirez/AAN)