Publicado 05 de Junho de 2015 - 5h30

Joseph Blatter resistiu o quanto pôde. A enorme pressão da Uefa e o avanço implacável das investigações do FBI levaram o suíço a renunciar