Publicado 04 de Junho de 2015 - 5h30

Após se envolver em polêmicas ao dizer frases consideradas homofóbicas e racistas na Câmara, o vereador Cid Ferreira (SD) deve ser alvo de representações no Ministério Público e na Corregedoria da Casa. Questionado ontem sobre suas falas na audiência pública, que debateu a ideologia de gênero, Cid afirmou que disse “para todos” que ele é bonito e o resto é feio, e que ele tem olhos azuis e que o “pessoal” não tinha. As falas, segundo ele, não foram dirigidas ao jovem negro com quem ele discutia no momento.