Publicado 30 de Junho de 2015 - 5h30

Não foi uma estreia fácil, mas o sérvio Novak Djokovic avançou sem grandes sustos no seu primeiro jogo em Wimbledon. O número 1 do mundo derrotou ontem o alemão Philipp Kohlschreiber, 33 colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0 — com um triplo 6/4, em 2 horas e 2 minutos.

Além do título em 2014, Djokovic também foi campeão em 2011 em Wimbledon. O duelo de ontem foi a primeira partida oficial do sérvio em quadras de grama nesta temporada. E o número 1 do mundo, finalista em Roland Garros, ampliou a sua vantagem no confronto direto contra Kohlschreiber para 7 a 1.

O dia em Wimbledon foi marcado pela despedida de Lleyton Hewitt. Treze anos após se sagrar campeão na grama tradicional de Londres, o australiano jogou sua última partida na competição. Ele se despediu ao ser derrotado pelo finlandês Jarkko Nieminen em um confronto de cinco sets: 3/6, 6/3, 4/6, 6/0 e 11/9 — Nieminen será o adversário de Djoko na segunda rodada. Aos 34 anos, Hewitt já avisou que vai abandonar as quadras em janeiro do próximo ano. Sua última competição como profissional será o Aberto da Austrália, jogando diante de sua torcida.

Entre os brasileiros, João Souza estreou com derrota. Feijão não resistiu ao colombiano Santiago Giraldo e perdeu por 3 sets a 0 — 6/4, 6/3 e 6/2, em duas horas. Hoje, outro brasileiro entra em quadra. A partir das 9h, Thomaz Bellucci enfrenta Rafael Nadal, 10 cabeça de chave. Roger Federer também estreia hoje, quando terá pela frente o bósnio Damir Dzumhur.

Feminino

Cinco vezes campeã de Wimbledon, Serena Williams estreou com vitória relativamente fácil. A número 1 do mundo levou um susto no início, mas depois confirmou o favoritismo para derrotar a russa Margarita Gasparyan por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, ontem, e garantir vaga na segunda rodada.

Maria Sharapova também não teve maiores problemas para confirmar o seu favoritismo em sua estreia. Quarta cabeça de chave, a tenista russa venceu a britânica Johanna Konta por 2 sets a 0, com duplo 6/2, em 82 minutos. Agora terá pela frente na segunda rodada a holandesa Richel Hogenkamp. (AE)