Publicado 29 de Junho de 2015 - 5h30

Abalada por mais um problema de bastidores, com a suspensão de Jara, a Seleção Chilena tentará dar mais um passo rumo ao título inédito da Copa América contra o Peru de Paolo Guerrero, na semifinal de hoje, às 20h30, no estádio nacional de Santiago.

Além da forte pressão por jogar em casa, a "Roja" precisou lidar com vários problemas disciplinares no torneio. Na semana passada, um dos maiores astros da equipe, Arturo Vidal, foi detido pela polícia depois de bater com sua Ferrari que dirigia alcoolizado. Ele acabou sendo mantido na seleção. Jara não teve a mesma sorte. Na última quarta-feira, foi flagrado por câmeras colocando o dedo nas nádegas do atacante uruguaio Edinson Cavani, que revidou com um leve tapa no rosto e acabou sendo expulso. Ontem, a Conmebol anunciou a punição de três jogos.

Na ausência de Jara, o técnico argentino Jorge Sampaoli deve escalar Miiko Albrnoz, do Hannover, que disputa a posição com Francisco Silva (Bruges), e José Rojas (Universidad de Chile).

O “clássico do Pacífico" coloca frente a frente os dois artilheiros do torneio, Vidal e Guerrero, com três gols cada. O Peru chega nas semifinais como azarão e tentará alçar voos mais altos do que na última edição do torneio, quando perdeu por 2 a 0 para o campeão Uruguai, na mesma altura da competição. (Da France Press)