Publicado 05 de Junho de 2015 - 5h30

O volante Elias, do Corinthians, treinou pela primeira vez com bola na Seleção Brasileira ontem, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Ele participou do mais intenso treino realizado até agora, em que Dunga dividiu os jogadores disponíveis em três equipes. O atacante Robinho não treinou. Ele sente dores no joelho direito, foi submetido a um exame pela manhã em um hospital da cidade e preocupa.

O treino foi marcado pela presença, em uma pequena arquibancada montada ao lado do campo principal da Granja Comary, de um pequeno grupo de convidados de patrocinadores da CBF. Não houve gritaria, apenas pedido de autógrafos ao final do treinamento. Do outro lado, no local onde a CBF colocou uma cerca de metal com 2 metros de altura pelo menos, alguns torcedores, que possivelmente subiram em escadas, pediram aos gritos, também depois do fim do treino, a presença do zagueiro David Luiz. Não foram atendidos. No treino, enquanto um dos três times aguardava, um deles tentava fazer gol e a missão do outro era se defender e retomar a bola.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, não assistiu ao treinamento. Ele chegou à Granja Comary por volta das 15h30, conversou rapidamente com os jogadores antes do treino, falou por alguns minutos com o técnico Dunga e depois subiu para o prédio onde ficam os dormitórios e a parte administrativa da concentração. Depois de cerca de 40 minutos, acompanhado do secretário-geral, Walter Feldman, e do diretor de marketing da CBF, Gilberto Ratto, Del Nero foi embora na mesma van que o trouxe do Rio.

A visita de Del Nero, em meio à crise por que passa a CBF, inclusive com segmentos do futebol pedindo a sua renúncia, movimentou um forte aparato de segurança. (AE)