Publicado 04 de Junho de 2015 - 5h30

Uma vitória sobre o maior rival no último domingo fez com que a animação e a expectativa de boa parte da torcida sobre o Palmeiras mudasse radicalmente. Hoje, o time volta a jogar no estádio Allianz Parque, em São Paulo, às 21h, contra o Internacional, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, e entra em campo com o objetivo de comprovar que realmente os tempos são outros e que a incontestável vitória sobre o Corinthians não foi apenas de um time empolgado por jogar o clássico.

O assunto, inclusive, foi a tônica do discurso do técnico Oswaldo de Oliveira durante a semana. Ele sabe que a vitória e a grande atuação fizeram com que a confiança crescesse no mesmo patamar que a euforia e isso pode se tornar problema, caso a equipe acabe sendo surpreendida hoje.

O Internacional vai jogar cheio de desfalques, mas ainda coloca respeito. O imediatismo, que transformou o elenco do Palmeiras de descompromissados a guerreiros, faz com que cada partida obrigue uma renovação de expectativa por parte do treinador e o desafio é fazer o time seguir seus conselhos. "Isso é terrível (imediatismo). Cada resultado muda o clima, mas isto se repete tanto, que a gente acaba se acostumando", disse o treinador.

Além de se acostumar aos altos e baixos do futebol, outra coisa que a "fera alviverde" tem se habituado é jogar na arena cheia. Hoje não será diferente. Foram vendidos antecipadamente mais de 24 mil ingressos. Outra rotina que o time de Oswaldo de Oliveira espera é por mais um adversário retrancado.

A dificuldade em conseguir jogar em casa por causa da atenção dobrada na marcação dos adversários faz com que Oswaldo de Oliveira ceda e vá, aos poucos, mexendo taticamente no time. Como deu certo diante do Corinthians, ele vai repetir a formação sem um centroavante fixo.

A principal novidade é o retorno do atacante Dudu. Ele desfalcou a equipe nos últimos três jogos por causa da suspensão de 180 dias pela expulsão na decisão do Campeonato Paulista. Mas o clube conseguiu um efeito suspensivo que vale a partir da partida diante dos gaúchos. Na zaga, uma surpresa. Jackson pertence ao Internacional e não iria jogar, mas o clube gaúcho não fez nenhum impedimento e, assim, o defensor atuará ao lado de Vitor Hugo.

Camisa

O Palmeiras apresentou ontem o seu novo uniforme. Com gola em V, o modelo é composto por um verde mais claro do que o atual e possui losangos em tom mais escuro por toda a camiseta. As mangas também trazem novidades, já que são mais compridas do que as dos fardamentos anteriores. A camisa poderá ser adquirida a partir de hoje, pelo preço de R$ 229,99. (Da Agência Estado)

Valdívia e Nilmar são confirmados por Aguirre

O Internacional terá dois importantes reforços hoje no Allianz Parque. Com a pausa na Copa Libertadores, que volta só após a Copa América, o técnico Diego Aguirre começará a utilizar no torneio nacional o que tem de melhor. Assim, ele confirmou as presenças de Valdívia e Nilmar na partida.

O primeiro está recuperado de uma torção no tornozelo esquerdo e o outro se recuperou de uma pancada na cabeça. O treinador só fez mistério sobre o companheiro de ataque de Nilmar.

"Os dois estão prontos. A dupla Nilmar e Lisandro é uma opção válida, mas estamos analisando", comentou o técnico, que também tem dúvidas sobre o substituto do lateral-esquerdo Geferson, que está na Seleção Brasileira. Ernando deve começar como titular, mas também há a opção de Alan Ruschel e Artur. (AE)