Publicado 02 de Junho de 2015 - 5h30

Sem o técnico Dunga, parte do grupo da Seleção Brasileira chegou a Teresópolis no final da manhã de ontem, para dar início à preparação da Copa América. O voo do treinador, do auxiliar Andrey Lopes e do preparador de goleiros Taffarel desde Porto Alegre atrasou por causa do mau tempo.

O grupo, aliás, está bastante desfalcado. Neymar, Douglas Costa e Everton Ribeiro não se apresentaram ontem por causa de compromissos de seus clubes. O Barcelona de Neymar decide a Liga dos Campeões sábado, contra a Juventus, e o brasileiro deve chegar apenas na próxima segunda; o Shakhtar Donetsk de Douglas Costa joga amanhã pelo título da Copa da Ucrânia; e o Al Ahli de Everton Ribeiro decide a Copa Presidente nos Emirados Árabes também amanhã.

O lateral-esquerdo Geferson, do Internacional, também se atrasou por causa do mau tempo, bem como Felipe Anderson, da Lazio.

David Luiz e Marquinhos, do Paris Saint-Germain, Filipe Luis, do Chelsea, e Luiz Gustavo, do Wolfsburg, chegaram antes do restante do grupo a Teresópolis. Na tarde de ontem, os jogadores realizaram exames médicos.

Ontem, o coordenador Gilmar Rinaldi admitiu que, ao contrário do que Dunga havia afirmado, a Copa América poderá servir para testes com a Seleção Brasileira. A mudança de rota foi confirmada quando Gilmar justificou a convocação do lateral-esquerdo Geferson.

"O foco também tem de ser nas experiências. Não podemos pensar só no momento, temos de olhar para o futuro", disse Gilmar. Além de Geferson, de 21 anos, vale lembrar que dois outros jogadores com idade olímpica, os meias Fred, do Shakhtar Donetsk, e Felipe Anderson, da Lazio, foram chamados por Dunga, embora estes apenas para o período de treinos em território brasileiro, período em que serão disputados dois amistosos.

Gilmar contou que Geferson entrou nos planos de Dunga por seu desempenho na partida do Inter contra o Santa Fé, da Colômbia, pela Libertadores. (Da Agência Estado)