Publicado 02 de Junho de 2015 - 5h30

O relógio mais famoso do futebol continua contando, mas só não descompassou porque não tem coração humano. Afinal foi apoteótico o jogo que manteve o Hamburgo na elite do Alemão, ontem. Teve gol nos acréscimos e um pênalti defendido pelo goleiro do Hamburgo aos 17’ do 2 tempo da prorrogação. A vitória sobre Karlsruher, por 2 a 1, fora de casa, mantém o Hamburgo como único que jogou todas as edições da Bundesliga. Digital, o relógio fica no estádio e conta os dias desde a 1 partida na Bundesliga, em 24 de agosto de 1963. Bayern, Hoffenheim e Bayer nunca caíram, mas não estavam na 1 edição da Bundesliga. (AE)