Publicado 30 de Junho de 2015 - 5h00

Por Maria de Fátima

ig-mari-de-fatima

AAN

ig-mari-de-fatima

Temos visto ultimamente que os jovens têm grande dificuldade para entrar no mercado de trabalho. Vários motivos podem ser apontados e vou citar alguns.

A precariedade do ensino, principalmente público, é um dos grandes causadores da restrição encontrada por esta faixa etária.

Muitos estudantes do Ensino Médio ou mesmo que já o tenham terminado, não conseguem sequer elaborar um texto, resolver problemas elementares de matemática e comunicarem-se verbalmente de modo compreensível. Estas dificuldades poderão fechar a porta para uma carreira profissional.

A falta de cultura geral também é um empecilho que não pode ser ignorado, especialmente se o Google não estiver disponível para consulta através do celular. E por falar em celular, a utilização exagerada, o vício mesmo no aparelho, leva seu usuário a não prestar atenção no que se passa ao seu redor e deste modo, impede que a aprendizagem seja plenamente efetivada.

O uso demasiado e inoportuno de gírias também pode contribuir para um jovem candidato a uma vaga ser desclassificado. A falta de comprometimento, algo tão comum atualmente, também irá restringira contratação dos jovens.

Vencer os obstáculos, mas para isso é necessário que eles sejam reconhecidos, é essencial para a entrada desta camada populacional ao mercado de trabalho.

Escrito por:

Maria de Fátima