Publicado 29 de Junho de 2015 - 12h13

Por Alenita Ramirez

A Policia Militar (PM) salvou um ambientalista de 26 anos de ser linchado, neste domingo à noite (28), no Parque Imperador, em Campinas. Francisco Alves da Silva foi achado amordaçado, com as mãos amarradas para trás e de joelhos dentro de uma mata.

Ele estava com fraturas no quadril, costelas e rosto. Segundo a polícia, Silva foi agredido porque teria ajudado um colega a matar um funileiro de 30 anos na manhã do mesmo dia. O ambientalista foi socorrido e levado pelo resgate ao Pronto Socorro Anchieta e depois transferido para o Hospital de Clínicas da Unicamp, onde está internado com escolta policial.

Ele confessou a participação no crime e ainda apontou o autor, que negou tudo.

Silva foi achado pela polícia depois de denúncias anônimas. Como a mata era muito fechada, a PM precisou da ajuda do helicóptero Águia. Os autores da tentativa de linchamento fugiram.

O ambientalista confessou que segurou a vítima Wilson Ricardo dos Santos, 30 anos, para que o amigo o agredisse. A vítima foi morta a facadas. O crime teria sido motivado por rixa.

Escrito por:

Alenita Ramirez