Publicado 01 de Junho de 2015 - 12h12

Duas mulheres foram presas no último sábado (30) quando tentaram entrar na penitenciária Odete Leite de Campos Critter, em Hortolândia, com porções de drogas dentro da vagina. A Polícia Militar recebeu a denúncia de que uma mulher tentaria levar entorpecentes a um presidiário e quando chegou ao local foi identificada, separada e realizado um Raio-X, que comprovou a presença da droga na genitália da mulher.

Tatiane Alves dos Santos, de 29 anos, foi presa em flagrante com 259 gramas de maconha na vagina. A mulher foi levada ao Hospital Mário Covas para a realização do Raio-X. Após a comprovação, ela confessou que iria visitar o identificado como Fernando Camilo de Souza.

Após o registro do flagrante, Tatiane foi levada para a cadeia pública feminina de Santa Bárbara D'Oeste, onde permanece à disposição da Justiça.

No mesmo dia, pouco depois da prisão de Tatiane, outra mulher, identificada como Katheleen Cristina Rodrigues, de 20 anos, também foi detida ao tentar entrar no presídio portanto entorpecentes na genitália.

Desta vez, a mulher levava 157 grams de maconha na vagina, o material estava em um invólucro de plástico. O procedimento para a comprovação da presença do material foi o mesmo e amulher foi levada para o Hospital Mário Covas, onde passou por um Raio-X e o material foi identificado.

Katheleen também foi encaminhada à cadeia pública feminina de Santa Bárbara D'Oeste e permanece presa à disposição da Justiça. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a mulher visitaria o presidiário identificado como Maurício José de Lima Júnior.