Publicado 02 de Junho de 2015 - 18h32

Por Marylane Damasceno, Especial para a AAN


Divulgação

A estação de esqui argentina de Las Leñas anunciou a temporada de Inverno 2015, que será aberta oficialmente no dia 20 e vai até o dia 27 de setembro.

Entre as novidades, a estação terá novos canhões de neve (snowmaking – máquinas de fazer neve), além de novos equipamentos de terraplanagem para facilitar a mobilidade dos esquiadores. O reservatório de água foi ampliado, o que, segundo a estação, garantirá uma neve mais limpa. As pistas também foram ampliadas, como a ErosMinerva, que teve seu tamanho duplicado. Para isso, foi feito um trabalho de terraplanagem e construção de novos aterros, dando um maior aproveitamento da neve, o que, segundo a estação, irá proporcionar maior segurança aos esquiadores. Em breve, a pista Netuno passará pelo mesmo processo. “O esqui é um esporte que une a família. E se engana quem pensa que é um esporte caro. Costumo dizer que quem tem dinheiro para ir a Disney, tem dinheiro para esquiar. Cabe em todos os bolsos, alegra crianças e adultos”, afirma Heloisa Levy, diretora da Interpoint Viagens e Turismo.

A estação

Las Leñas fica no coração da Cordilheira dos Andes, na província de Mendoza, a 2,2 mil metros de altitude e o topo a 3,4 mil metros. A estação possui 30 pistas de diferentes níveis, desde principiante, intermediário, até avançado, para os experts no esporte. O complexo dispõe de cinco hotéis 5 hotéis e um hostel, além de 14 meios de elevação com acesso às pistas, que tem capacidade para levar até 12.1 mil esquiadores por hora.

Pistas

As pistas de Lãs Leñas são iluminadas, possibilitando que os esquiadores possam utilizá-las durante a noite. Os experts podem esquiar nas descidas ininterruptas das pistas Apolo, Neptuno e Venus, totalizando um percurso de 7,05 mil metros.

Quem busca manobras radicais, encontra na pista Bumps a mais apropriada para desafios. Se o esportista quiser esquiar à noite, ele terá duas pistas ideais para a aventura, Minerva e Eros . Juntas, elas formam um percurso de 1,2 mil metros.

Escrito por:

Marylane Damasceno, Especial para a AAN