Publicado 28 de Junho de 2015 - 17h04

Arnold Schwarzenegger em cena do filme 'O Exterminador do Futuro: Gênesis'

Divulgação

Arnold Schwarzenegger em cena do filme 'O Exterminador do Futuro: Gênesis'

Pode-se dizer tranquilamente que Arnold Schwarzenegger é um dos caras mais durões do cinema. Ou alguém teria coragem de se meter no caminho de 'Conan, o Bárbaro', do 'Exterminador do Futuro', do Dutch Schaefer de 'O Predador' ou até mesmo do Mr. Freeze de 'Batman e Robin'? A não ser que você seja o Sylvester Stallone, o Van Damme, o Chuck Norris, o Steven Seagal ou um super-herói, certamente a resposta é “jamais”. Por isso, imagine a surpresa ao ouvir de um simpático e brincalhão Arnold Schwarzenegger, ao fim de uma entrevista, o seguinte pedido: “Vamos gravar um vídeo para o Snapchat?”.

Pois é, impossível não estranhar e, claro, admirar o quão acessível e fanfarrão é um dos maiores astros de Hollywood. “Você olha para o meu celular e me faz uma pergunta que o resto é comigo”, completou o ator durante sua passagem pelo Rio de Janeiro, no começo de junho, para lançar seu mais recente filme, 'O Exterminador do Futuro: Gênesis' (Terminator: Genisys), que estreia nacionalmente em 2 de julho (haverá pré-estreias em Campinas no dia 1º). “Claro, vamos lá”, rapidamente respondi. Afinal, apesar do clima descontraído da entrevista, não dá para desobedecer Arnold Schwarzenegger, concorda?

O astro, no tempo em que ficou no Brasil, fez uma série de vídeos para mostrar aos seus fãs como funciona um junket — evento que reúne a imprensa para o lançamento de um filme. Ele gravou a sessão de fotos, o encontro com o público e brincou em duas entrevistas, uma delas, como dito, com este que vos escreve. O vídeo feito por ele você pode conferir no site do Correio Popular, assim como os trailers do novo 'Exterminador', que chega aos cinemas 31 anos após a primeira produção da franquia — Emilia Clarke, estrela de Game of Thrones, encarna a Sarah Connor de 2015, papel que foi de Linda Hamilton no começo da saga.

A história de 'Gênesis' faz uma forte ligação com os dois primeiros filmes da série, ao ponto de reproduzir diversas cenas da obra de 1984, entre elas a que Schwarzenegger aparece nu em um estacionamento e a perseguição de policiais a Kyle Reese (Jai Courtney) numa loja de departamentos. Claro, cenas clássicas, mas com as devidas interferências da nova história, muito bem pensadas, por sinal. Um dos motivos que levaram o astro, aos 67 anos, retornar para o icônico personagem.

“Quando eu li o roteiro do 'Exterminador', eu pensei: impressionante, realmente fantástico. Aí eu li de novo e comecei a fazer algumas anotações. Contatei o (roteirista) David Ellison, antes mesmo de o diretor (Alan Taylor) ser contratado e começamos a avaliar as anotações. Depois disso, muita coisa aconteceu, o diretor foi contratado, mais pessoas se envolveram com o projeto, e, quando fomos gravar, vi que muitas daquelas anotações tinham sido incluídas. O resultado me impressionou”, afirma o ator.

“I’ll be back”, a famosa frase de Schwarzenegger no longa 1984, e que significa “Eu voltarei”, aparece na versão 2015 de 'Exterminador', mas, logo no início de 'Gênesis', ficará claro que ela literalmente está no passado. O novo bordão do astro, agora, é “Old, but not obsolete”, ou melhor, “Velho, mas não obsoleto”. A sentença é uma resposta ao questionamento de Kyle Reese ao se encontrar pela primeira vez com o T-800. “Eu nunca vi um deles (as máquinas) assim, velho”, diz para Sarah Connor (Clarke), que, ao contrário do que Kyle imaginava, já sabe o que a espera no futuro e, mais do que isso, tem como aliado justamente o Exterminador.

“Ele luta, agora, pela raça humana, e o contato dele com a Sarah Connor o tem deixado mais humano. E quanto mais ele se ferra, mais as pessoas riem. Quanto mais humano ele fica, mais engraçado fica o personagem. Tanto que, sempre depois dos momentos tensos, sempre há cenas divertidas para aliviar o clima e mostrar como ele está mudado”, avalia Schwarzenegger.

Resgate

'Gênesis' é o quinto filme da franquia e o quarto em que Schwarzenegger encarna o 'Exterminador do Futuro', já que em 'A Salvação', o quarto, o protagonista foi Christian Bale como John Connor. O resultado não agradou nem os fãs nem a crítica, mas nada disso, acredita o ator, influenciará em 'Gênesis'. “A única coisa que você precisa fazer é um bom filme. Nada além disso conta. Basta lembrar de 'Batman e Robin' (filme de 1997, um fracasso de bilheteria). Foi uma época em que os orçamentos começaram a crescer e o filme não correspondeu às expectativas. Mas, depois vieram os novos filmes do Batman, que foram um tremendo sucesso. As pessoas querem ver filmes bons. Se for bom, pode ter certeza que o público vai aparecer. Você não precisa dizer nada sobre o outro filme e lembrá-lo que foi ruim, apenas mostre um novo.”

Novos retornos

O Exterminador é apenas um de seus emblemáticos personagens que voltarão às telonas. Um novo filme de Conan já está em andamento para o ano que vem, com o nome 'The Legend of Conan', tendo, novamente, Schwarzenegger no papel principal. “Eu ainda não li o roteiro. Mas já me disseram que o roteiro, que está em pré-produção, é fantástico”, afirma, completando que o público pode esperar uma gigantesca produção.

“Eu estou muito feliz por finalmente um estúdio, principalmente por ser o estúdio que deu início ao projeto 'Conan' (Universal), estar levando o filme a sério. Quando isso acontece, se eles passam a ver a produção como significado de muito dinheiro, então eles contratam o melhor diretor, os melhores roteiristas, os melhores talentos. E acho que 'Conan' deve ser tratado exatamente como as mais altas produções de personagens de histórias em quadrinhos, reunindo os melhores em cada área, trilha sonora, efeitos especiais, liberar um orçamento digno da saga”, diz.

Além disso, ele e Danny DeVito já estão envolvidos na sequência de 'Irmãos Gêmeos' ('Twins', 1988). Com o nome 'Triplets', porém ainda sem data de lançamento, os dois terão a companhia de Eddie Murphy, que viverá um terceiro irmão que estava perdido. “O Danny e eu ficamos super felizes com o convite, até porque o Eddie é divertidíssimo e a ideia de fazer trigêmeos é ótima. Sentamos algumas vezes para falar sobre essa volta, achamos que era um momento bacana, e só falta agora finalizar o roteiro para seguir adiante com o projeto.”

Diante disso, já que o Exterminador, o Conan é até o Julius de 'Irmãos Gêmeos' puderam ser resgatados, há esperança para o retorno de Dutch Schaefer de 'O Predador' também? “Sim, sempre há. Até porque eles sabem que já tentaram o suficiente sem mim”, disse Schwarzenegger, com direito a uma boa gargalhada. “Já negociei tantas vezes para voltar para a franquia. Eu me lembro que, para o 'Predador 2', eu me sentei com os executivos do estúdio, com o Joel Silver, e a gente meio que discutiu sobre duas cenas e 500 mil dólares. Eles queriam me pagar 500 mil dólares a menos e não mudariam essas duas cenas”, lembrou o astro.

Como todos sabem, o roteiro não foi alterado, Schwarzenegger abandonou o longa e Danny Glover foi chamado para estrelar a obra. “E o filme não foi para lugar nenhum. Eles poderiam ter salvo muito dinheiro apenas mudando o roteiro, poderiam ter me tido no papel principal, mas o Joel tinha o argumento dele, ele tinha um ponto de vista imutável, e ele era o número 1 do filme. Não tinha mais ninguém acima dele, então a sua decisão era a que valia. Quem sabe no futuro.” Quem sabe. Levando em consideração seus mais recentes projetos, dá para dizer que ainda há tempo sim para corrigir este erro.