Publicado 05 de Junho de 2015 - 9h59

Por Agência Estado

Chuvas elevaram o nível do Sistema Cantareira, mas que ainda opera com o volume morto

Cedoc/Rac

Chuvas elevaram o nível do Sistema Cantareira, mas que ainda opera com o volume morto

Pela quinta vez na semana, o Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de 5,4 milhões de habitantes da Grande São Paulo, além da região de Campinas, teve aumento no nível de água. De acordo com o relatório deste sexta-feira (5), da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o reservatório em crise subiu 0,1 ponto porcentual, passando de 20,1% para 20,2%.

No entanto, a Sabesp registrou recuo em quatro reservatórios: Alto Tietê, Guarapiranga, Rio Grande e Rio Claro. O Alto Cotia permaneceu estável. A Represa Guarapiranga acumula 19 quedas consecutivas no nível de água.

O reservatório na zona sul de São Paulo abastece 5,6 milhões de pessoas e ganhou importância nos últimos meses por substituir o Cantareira no fornecimento para alguns bairros da capital paulista. Nos próximos meses, o nível da represa deve continuar caindo por dois fatores: estiagem e aumento na produção de água na Estação de Tratamento de Água (ETA) Boa Vista.

Escrito por:

Agência Estado