Publicado 04 de Junho de 2015 - 11h07

Por France Press

Aviões da força aérea síria voltaram a bombardear Aleppo, matando civis, inclusive crianças

Gerorge Ourfalian/France Press

Aviões da força aérea síria voltaram a bombardear Aleppo, matando civis, inclusive crianças

Ao menos 14 civis, a metade dos quais crianças, morreram nesta quinta-feira (4) em bombardeios com barris de explosivos lançados pela aviação síria na província de Aleppo, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).  Apesar das condenações da ONU, o regime de Bashar al-Assad intensificou nas últimas semanas sua campanha de bombardeios aéreos nesta província, em grande parte nas mãos dos rebeldes.

Nas cidades de Hayan e Deir Jamal, ambas ao norte de Aleppo, oito e seis civis foram mortos respectivamente por bombardeios com barris cheios de explosivos. Enquanto em Hayan cinco crianças de uma mesma família morreram, em Deir Jamal duas faleceram.

Nos últimos meses, o regime sírio perdeu terreno no norte do país para a rede Al-Qaeda e seus insurgentes aliados, que enfrentam por sua vez o grupo Estado Islâmico (EI), que em 1º de junho estendeu seu controle na província de Aleppo. De acordo com o OSDH e a oposição, o EI controla metade do território sírio e tenta avançar para o norte e centro do país, devastado depois de quatro anos de guerra.

Escrito por:

France Press