Publicado 04 de Junho de 2015 - 8h24

Por France Press

O papa Francisco receberá no dia 10 de junho no Vaticano o presidente russo, Vladimir Putin, num momento particularmente difícil das relações entre a Rússia e os países ocidentais pela guerra na Ucrânia.

"O presidente Putin será recebido no Vaticano pelo Papa na tarde do dia 10 de junho", indicou nesta quinta-feira Ciro Benedettini, porta-voz adjunto do Vaticano.

Trata-se do segundo encontro entre Putin e o Papa argentino, após o realizado em novembro de 2013.

Putin havia afirmado há poucos dias que planejava viajar a Milão (norte) para visitar a Exposição Universal dedicada à agricultura e à alimentação.

Trata-se de uma visita delicada na qual ambos abordarão o conflito entre o exército ucraniano e os rebeldes pró-russos que já deixou mais de 6.400 mortos desde abril de 2014.

A Ucrânia e os países ocidentais acusam o Kremlin de apoiar e armar os separatistas pró-russos, algo que Moscou nega.

O Vaticano e o Papa convocaram os ucranianos, divididos entre ortodoxos e católicos de rito oriental, a se reconciliarem.

Até agora o Vaticano manteve uma conduta prudente e Francisco se limitou a condenar "a guerra entre cristãos".

Escrito por:

France Press