Publicado 03 de Junho de 2015 - 18h19

Por Inaê Miranda

Servidores Municipais fecham a Avenida Anchieta na tarde desta quarta-feira (3) em Campinas

Divulgação/ Stmc

Servidores Municipais fecham a Avenida Anchieta na tarde desta quarta-feira (3) em Campinas

Acidentes e protesto na região central de Campinas deixam o trânsito travado nesta tarde de quarta-feira (3). Os servidores municipais de Campinas bloquearam a faixa externa da Avenida Anchieta, por volta das 16h.

De acordo com a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), os manifestantes ocupavam a escadaria do Paço Municipal, quando decidiram bloquear parte da rua. Em greve desde segunda-feira (1°), eles reivindicam reajuste salarial de 18,6%, mas o governo municipal propôs em negociação na semana passada 7,13% de reposição e 10% no vale alimentação.

Os representantes do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Campinas fizeram assembleia geral com os trabalhadores e decidiram manter a greve. Eles desocuparam a via até às 17h45.

Além dos reflexos gerados pelo protesto, os motoristas que passam pela região central enfrentam lentidão no trânsito em função de um acidente na Avenida Moraes Salles e de um atropelamento na Avenida Prefeito Faria Lima, próximo ao Hospital Mário Gatti.

Segundo informações da Emdec, o acidente na Moraes Salles, envolvendo um veículo modelo Corola preto e um veículo Pálio vermelho deixou um motorista de 68 anos ferido.

Ele foi atendido pelo Resgate do Corpo de Bombeiros e levado para o Pronto Atendimento do Centro. Entre 16h30 e 17h10, os veículos ocupavam a faixa externa esquerda da Moraes Salles, afunilando o trânsito.

Na Avenida Prefeito Faria Lima, no sentido bairro-centro, um homem de 28 anos foi atropelado por um veículo modelo C3 vermelho, por volta das 16h50. Ele foi atendido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e levado para o hospital Mário Gatti, em estado considerado grave. Às 17h50 o veículo foi retirado.

A manifestação e os acidentes causaram congestionamento nas avenidas General Osório, Júlio de Mesquita, Luzitana, Moraes Salles, José Paulino e Faria Lima.

Escrito por:

Inaê Miranda