Publicado 08 de Maio de 2015 - 17h03

Por Adagoberto F. Baptista

Apaixonado pelos netos e muito querido entre os filhos, João de Souza Mello também conquistou o carinho de muita gente ao longo de sua vida. O pernambucano de 69 anos faleceu no sábado, 2, na Santa Casa de São Paulo, vítima de parada cardíaca. Era portador da doença de chagas. Deixou registrado em sua intensa trajetória de lutas e conquistas um exemplo de humildade e companheirismo. Foi uma pessoa agregadora, adorado por toda sua família e amigos.

Seo João Mello foi uma pessoa atuante, com uma participação efetiva na liderança e busca de melhorias no bairro Itatiaia, em Campinas, no início da formação do loteamento, logo quando chegou com os cinco irmãos de Presidente Prudente. Organizou passeatas até a Prefeitura e batalhou por linhas de ônibus, iluminação, água encanada, asfalto e outras necessidades. Como morava na entrada do bairro e tinha um grande terreno de esquina disponível, na época dos comícios políticos emprestava energia elétrica e sua casa como base dos políticos e pessoas que iriam participar, o que rendeu amizades eternas com políticos e personalidades da sociedade campineira.

Nascido em Correntes, Pernambuco, sempre trabalhou na lavoura. Veio à São Paulo atrás de melhores oportunidades e aportou primeiramente em Presidente Prudente. Pouco tempo por lá, veio à Campinas e logo começou a trabalhar como ascensorista em um edifício na Rua General Osório, por onde permaneceu durante 30 anos, dividindo os horários com o irmão José, e emprestando aos condôminos e conhecidos sua simpatia diária. Casado com Maria Alves de Mello e pai de Paulo César, Eduardo e Andréia, João deixa seis netos, o mais velho, Guilherme, com 16 anos.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista