Publicado 07 de Maio de 2015 - 21h27

Por Paulo César Dutra Santana

Mesmo sentindo falta de entrosamento e precisando encarar um campo bastante pesado, os jogadores da Macaca deixaram o Castelão com o sentimento de dever cumprido. O time não eliminou a partida de volta, mas conquistou uma boa vantagem para definir a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil, em que poderá enfrentar o ganhador do confronto entre Fortaleza e Coritiba.

Um dos estreantes da noite, o meia-atacante Leandrinho saiu de campo esbanjando alegria pelo belo gol. “Acho que nosso time foi muito bem. Apesar de não estar entrosado, soubemos trocar bem os passes e fazer as jogadas”, disse, o artilheiro da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-17, em que anotou oito gols.

Com apenas 16 anos, Leandrinho contou que passou um filme por sua mente no momento da comemoração. “Fiquei emocionado porque pensei nas coisas que já passei na minha vida para chegar até aqui. Agradeço a Deus por ter me abençoado com este gol. Estou sentindo uma felicidade imensa”, completou.

O meia Adrianinho destacou a força do time. “É uma equipe que não tem treinado junto. Mesmo desacreditada, a gente veio aqui e conseguiu vencer. O que valeu foi a vitória e a entrega de todos”, avaliou.

Para o goleiro João Carlos, a Macaca sentiu cansaço no final. “Faltou perna, mas não foi por conta do preparo físico. É que este gramado tem condições bem diferentes do que a gente está acostumado. Isso dificultou um pouco, mas criamos oportunidades e saímos com uma boa vantagem”, comentou.

O zagueiro Rodrigo Lobão e Leandrinho saíram de campo machucados. Com dores no joelho, Lobão deverá passar exames para avaliar o grau da contusão. Leandrinho não é problema, já que sentiu apenas dor por conta da forte pancada com um adversário. (PS/AAN)

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana