Publicado 05 de Maio de 2015 - 10h28

Por Delminda Aparecida Medeiros

Barracão Teatro estreia projeto de Circo Teatro

Delma Medeiros

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Palestras e releituras dramáticas, baseadas nos textos de repertório do Circo Teatro Tubinho, dão início ao projeto de pesquisa Barracão Circo Teatro, contemplado pelo edital do Programa de Ação Cultural (Proac) do governo do Estado para produção inédita. As atividades começam hoje e prosseguem até 16 de maio na Estação Cultura Prefeito Antonio da Costa Santos e na sede do Barracão Teatro, em Barão Geraldo. “Começamos a trabalhar com Circo Teatro em 2009, depois que o Esio Magalhães dirigiu e eu fiz preparação de ator para uma montagem do Circo Teatro Tubinho, de forte tradição em circo teatro e que circula pelo interior de São Paulo. O Barracão trabalha seus processos de repertório a partir das máscaras e resolvemos juntar as duas máscaras, da commedia dellarte e do palhaço. O circo teatro e a commedia dellarte tem uma estrutura dramatúrgica muito parecidas”, explica Tiche Viana, diretora do Barracão.

“Estamos em processo de montagem de um espetáculo que estreia em agosto. Começamos com quatro peças de repertório de circo com a ideia de fazermos uma leitura dramática. Mas os textos não são exatamente dramatúrgicos, têm indicações, uma espécie de roteiro. Por isso, optamos por fazer releituras com encenação. Mas é parte do processo, o espetáculo será apresentado em agosto, tendo o palhaço Zabobrim (criação de Esio Magalhães) como fio condutor”, adianta Tiche. “Será um grande exercício, um desafio descolar o Zabobrim de sua dramaturgia convencional e inseri-lo numa estrutura que vem do espetáculo”, comenta.

“Tanto as releituras dramáticas como as palestras são formas de compartilharmos com o público interessado este estudo. Chamamos de releituras porque escolhemos algumas das peças do repertório do Circo Teatro Tubinho para exercício de cena, adaptando os textos para as máscaras da commedia dell’arte com as quais trabalhamos aqui no Barracão teatro”, aponta Magalhães.

Para as palestras foram convidados o ator e diretor Fernando Neves, que falará sobre Dramaturgia no Circo Teatro; e a pesquisadora em artes circenses Verônica Tamaoki, que abordará A Tradição e a Atualidade nas Comédias de Circo Teatro: uma visão entre a farsa e a comédia.

Programação

Hoje, às 20h: Palestra Dramaturgia no Circo Teatro, com Fernando Neves

Sexta, às 20h: Releitura dramática Quero Mamar

Sábado, às 20h: Releitura dramática No Espeto, baseado no original Amor e Comédia

Onde: Sala dos Toninhos na Estação Cultura (Praça Mal. Floriano Peixoto, s/nº, Centro. Estacionamento gratuito pela Rua Francisco Teodoro, 1.050, Vila Industrial)

Quanto: Entrada franca

Dia 13/5, às 20h: Palestra A Tradição e a Atualidade nas Comédias de Circo Teatro: uma visão entre a farsa e a comédia, com Verônica Tamaoki

Dia 15/5, às 20h: Releitura dramática Detetive por acaso, baseado no original Amor e Ódio

16/5, às 20h: Releitura Dramática O Falso Barão

Onde: Barracão Teatro (Rua Eduardo Modesto, 128, Vila Santa Izabel, Barão Geraldo, fone: 3289-4275)

Quanto: Entrada franca

Escrito por:

Delminda Aparecida Medeiros