Publicado 05 de Maio de 2015 - 13h47

Por Sarah Brito Moretto

Fotos: Deic (divulgação)

Sarah Brito

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

O comandante do ataque ao deposito central da rede de lojas Magazine Luiza, no feriado, e indicado com o maior ladrõa de cargas do Estado de São Paulo foi preso ontem por policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). O crime aconteceu no sábado em Louveira, região de Campinas. Integrantes da 2ª Patrimônio (Delegacia de Investigações de Crimes Patrimoniais de Intervenção Estratégica) detiveram o líder durante ação na madrugada de ontem, em Sorocaba. Segundo informações do Deic, o líder mostrou a ligação entre o mega assalto a loja e a fábrica da Samsung, no ano passado. Isso porquê ele havia guardado um “mimo” eletroeletrônico, fazendo a conexão entre os casos.

A equipe apreendeu um fuzil e grande quantidade de munições 7.62mm, fardas de combate, 18 celulares e dois veículos. Os investigadores também encontraram dois notebooks e um tablet, que é um dos produtos da invasão a uma fábrica de eletroeletrônicos em Campinas, em julho do ano passado. O ataque ao depósito da rede de lojas foi coordenado e executado por Albiazer Maciel de Lima, o Bia, de 38 anos.

A prisão aconteceu no Jardim Trujillo, um bairro de classe média em Sorocaba, onde ele mora. Ele foi pego de surpresa e não houve momento para reagir. Os policiais, além do fuzil, munições e fardas, também apreenderam uma picape Toyota Hillux e um Volkswagen Fox. Os 18 celulares eram utilizados para comunicação durante as invasões.

Os três equipamentos de informática acabaram identificados como pertencentes ao lote roubado da fábrica em Campinas. Lima é foragido. Tem passagens por roubos, inclusive de bancos. A equipe da 2ª Patrimônio apurava as atividades da quadrilha desde o ano passado. O próximo objetivo é identificar o restante dos envolvidos.

Intertítulo – O caso

Na segunda-feira, a Polícia Civil de Campinas prendeu um homem e apreendeu três caminhões com mercadorias que fazem parte do assalto ao Centro de Distribuição do Magazine Luiza. A polícia não informou o valor total das cargas roubadas, nem soube dizer qual o valor do material recuperado. A informação é que os produtos roubados estavam sendo catalogados e que maior parte da carga roubada já havia sido localizada.

O mega assalto ocorreu entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado, quando os criminosos armados usaram dois caminhões e duas carretas para roubar eletro-eletrônicos, como tablets e celulares. Os produtos encontrados ontem em Limeira eram eletrônicos, entre eles computadores, tablets e celulares

A cúpula da Polícia Civil informou que a quadrilha é composta de cerca de 15 pessoas, incluindo o homem que foi preso no galpão em Limeira com o material roubado. O ataque ao Magazine Luiza, junto com o caso da fábrica da Samsung, em Campinas, foi um dos maiores roubos de carga já registrados em todo estado de São Paulo. O primeiro roubo ocorre na manhã de 7 de julho de 2014.

Aquadrilha munida de fuzis rendeu os seguranças da Samsung, invadiu o estabelecimento, e, após roubar 34.602 equipamentos eletrônicos, entre celulares, tablets e notebooks, fugiu pela Rodovia D. Pedro I em caminhões carregados.

Escrito por:

Sarah Brito Moretto