Publicado 07 de Maio de 2015 - 17h33

Por Agência Estado

Rodrigo Caio voltou a atuar como volante desde a chegada do técnico Doriva

Divulgação

Rodrigo Caio voltou a atuar como volante desde a chegada do técnico Doriva

Uma semana depois do presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, receber uma proposta do Atlético de Madrid pelo volante Rodrigo Caio, o jogador disse, na quarta-feira (7), que não pensa em deixar o clube e garantiu que não chegou a negociar detalhes da transferência. O atleta afirmou após a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, pela Copa Libertadores, que sonha em jogar na Europa apenas no futuro.

O time da capital espanhola chegou a oferecer R$ 51,7 milhões pelo jogador de 21 anos, mas o São Paulo não aceita liberá-lo por menos de R$ 68,7 milhões. "Tudo o que teve foram só especulações. O presidente não veio falar comigo e ninguém conversou com propostas. Estou me dedicando nos treinos para conseguir a minha posição de titular. O meu pensamento é primeiramente no São Paulo", disse o jogador ao deixar o estádio do Morumbi.

Rodrigo Caio também recebeu uma proposta do Monaco, da França, no ano passado. O negócio não se concretizou porque o volante teve uma lesão grave no joelho, precisou ser submetido a uma cirurgia e ficou sete meses parado. "Todo jogador sonha com Europa. Mas estou somente focado na Libertadores e no São Paulo. Quero tentar aproveitar minhas oportunidades", afirmou. Nesta quarta, ele entrou apenas no fim do jogo, para tentar segurar o placar.

Aos 21 anos, o jogador é o capitão da Seleção Brasileira Olímpica e também atua como zagueiro. Revelado pelo próprio São Paulo, Rodrigo Caio é atualmente reserva e em uma eventual transferência, o clube do Morumbi terá direito a 80% do valor da negociação.

Escrito por:

Agência Estado