Publicado 31 de Maio de 2015 - 16h55

Por Agência Estado

Júlio Campos tem muitos motivos para comemorar neste domingo (31). No dia mais especial de sua carreira, o piloto da Mico´s Racing garantiu o posto mais alto do pódio na segunda rodada da quarta etapa da Stock Car. Com a conquista, que teve Rubens Barrichello em segundo lugar, ele torna-se o primeiro curitibano a vencer em Curitiba na categoria. E de quebra assume a liderança da temporada 2015 da principal categoria do automobilismo brasileiro, desbancando Cacá Bueno, que ficou em quinto na segunda corrida e, em sétimo na primeira corrida, vencida por Daniel Serra.

Com quatro provas disputadas, do total de 12 etapas, Júlio soma agora 87 pontos, um a mais do que Cacá. Atual campeão, Rubens Barrichello, é o terceiro colocado, com 76 pontos.

"Estou muito feliz. Acabou o tabu! Eu consegui uma grande vitória em casa e tudo deu muito certo, porque eu consegui assumir também a liderança da temporada. Agora na liderança, vou se Deus quiser, brigar pelo título até o fim do campeonato" afirmou Júlio ao canal Sportv.

Ganhador também na primeira corrida em Nova Santa Rita (RJ), Daniel Serra virou o primeiro piloto a vencer duas provas neste ano.

"Eu fiz um trabalho muito bom, eu vi que o pit foi muito rápido. Eu vi que o Marcos era um pouco mais rápido do que eu, mas deu para levar até o final. Estou feliz, ainda é muito no começo. A gente completou um terço de campeonato, mas ainda tem muita coisa para acontecer", afirmou o piloto.

Depois da passagem pela capital paranaense, a temporada 2015 da Stock Car terá uma pausa de pouco mais de dois meses até a quinta etapa, que acontecerá no dia 2 de agosto, em Salvador

Na vitória caseira da segunda prova de Júlio Campos, o piloto curitibano largou em terceiro, fez uma ótima largada, e logo no início já pulou para a ponta, de onde não saiu até a bandeirada final. Na segunda colocação veio Rubens Barrichello, com Popó Bueno completando o pódio da etapa.

Daniel Serra conquistou a vitória na primeira bateria com uma boa largada, que teve um incidente com Allam Khodair e outros cinco pilotos. O líder então conseguiu seguras as investidas de Galid Osman e garantiu a segunda vitória no ano.

Com mais de 0s5 de desvantagem para o primeiro colocado, Marcos Gomes cruzou a linha de chegada na segunda colocação. Fechando o pódio da primeira prova apareceu Thiago Camilo, que largou da terceira posição.

Escrito por:

Agência Estado