Publicado 31 de Maio de 2015 - 10h00

Por Daniela Nucci

Erros e acertos das famosas

France Press

Erros e acertos das famosas

O Festival de Cannes deste ano teve tudo o que um evento do tipo costuma ter: celebridades desfilando pra lá e pra cá, famosas em vestidos deslumbrantes – e joias mais deslumbrantes ainda –, um pouco de polêmica e alguns equívocos fashion. No time das que acertaram no look exibido na Riviera Francesa, entre elas as atrizes Julianne Moore, Naomi Watts e Lupita Nyong’o, o decote generoso foi um elemento comum. Já a sul-africana Charlize Theron, que interpreta a Imperatriz Furiosa em Mad Max – Estrada da Fúria, fez a alegria de fãs e fotógrafos ao surgir linda e loira num Dior amarelo (sim, loiras podem usar amarelo!).

Apesar dos tantos acertos, a Croisette, sede oficial do evento, também assistiu a “escorregadas” como as das atrizes Cate Blanchett, Jane Fonda e Sienna Miller, que atravessaram o red carpet em produções de gosto, digamos, duvidoso. Para mostrar quem vale servir de inspiração e as produções que merecem ser esquecidas, convidamos a diretora de pesquisa da Tendere, empresa de pesquisa de tendências e soluções em negócios da moda, Patricia Sant’Anna. 

ELAS ARRASARAM...

Charlize Theron, de Dior

Erros e acertos das famosas

A atriz sul-africana ousou ao vestir amarelo, uma cor difícil para loiras, mas acertou a tonalidade e isso valorizou seu tom de pele. O modelo sereia, escolha de muitas famosas, ressaltou as curvas da bela e a cauda concedeu o glamour que Cannes pede.

Erros e acertos das famosas

 

 

 

Julianne Moore, de Giorgio Armani Privé 

Acertou em cheio ao usar um decote sexy e cores sóbrias, ficando sensual sem ser vulgar. Mais uma que optou pela silhueta sereia, mas na medida para uma mulher madura.

 

 

 

 

 

 

 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

Emma Stone, de Christian Dior

Ela escolheu um vestido branco com silhueta levemente sereia, um clássico dos red carpets. Com um modelo bordado e transparente, a atriz levou ao evento um ar de ninfa e de jovialidade.

 

 

 

 

 

 

Lupita Nyong’o, de Gucci

Erros e acertos das famosas

A atriz elegeu uma cor perfeita para seu tom de pele e apostou num vestido fluido,

com leveza na saia e decote lindo, combinando com seu rosto jovial.

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

Naomi Watts, de Elie Saab Couture

Ousou ao desfilar com um vestido com plumas em tons acinzentados, que deram vivacidade à sua pele. Os cabelos presos destacaram a beleza do rosto e também do vestido.

 

 

 

 

 

 

Camila Alves, de Gabriela Cadena

Erros e acertos das famosas

Sexy, mas sem perder a elegância, a modelo brasileira mostrou curvas e valorizou o decote profundo com uma bela joia. Camila mostrou como ser sensual e sofisticada ao mesmo tempo. 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

Diane Kruger, de Prada

Ela aderiu à transparência em um tom

delicado e quase angelical de azul, levemente violáceo. Os cabelos semipresos, com proposta casual, conferiram leveza à produção.

 

 

 

 

 

 

 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

Natalie Portman, de Dior

Também optou por um clássico dos eventos de gala, um vestido vermelho tomara-que-caia ousado no desenho do decote. A atriz exibiu um ar mais maduro e ficou muito bem nessa proposta. 

 

 

 

 

 

… MAS ELAS, NÃO

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

 

 

Sienna Miller, de Valentino

O vestido de tons opacos e gosto duvidoso tirou a vivacidade da bela atriz inglesa.

 

 

 

 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

 

Cate Blanchett, de Giles

Estampa e volume costumam assustar os que esperam dos tapetes vermelhos sensualidade e um glamour tradicional. Cate arriscou e nem todos gostaram.

 

 

 

 

 

 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

 

 

Nathasha Poly, de Atelier Versace

Jovial demais, a saia branca sobre body preto lembrou mais um look de festa à fantasia do que um vestido de Cannes. Um pouco fora dos padrões do red carpet francês.

 

 

 

 

Erros e acertos das famosas

 

 

 

 

 

 

Jane Fonda, de Schiaparelli Couture

A atriz não precisa provar mais nada a ninguém, mas o modelo não foi condizente com sua beleza. A combinação de preto e fúcsia não funcionou, a silhueta não a valorizou e as joias estavam pesadas demais. A construção, que parecia ser de outro tempo e lugar, ficou excessiva para a ocasião.

 

 

 

 

 

Escrito por:

Daniela Nucci