Publicado 06 de Maio de 2015 - 5h30

Boa parte dos consumidores recebeu ontem o salário de abril, e com a carteira cheia, é hora de escolher o presente do Dia das Mães.

As vitrines das lojas estão cheias de sugestões - dos últimos lançamentos na área de tecnologia até as roupas de Outono-Inverno. Mas antes de abrir o bolso, é melhor fazer uma boa pesquisa de preços.

E se alguém duvida que isso pode representar uma bela economia, é só considerar que um levantamento realizado pelo Procon Campinas mostrou uma diferença de R$ 400,00 no preço de um iPhone 6 Plus 16 GB e de R$ 320,00 no do tablet Samsung Tab 4 16 GB.

A pesquisa foi feita em seis lojas físicas e três virtuais com 20 produtos, como frigadeiras, celulares, tablets, secadores, máquina de café, panela elétrica e prancha alisadora de cabelos entre os dias 23 e 20 de abril.

Os itens mais comercializados no Dia das Mães, comemorado no próximo domingo, são roupas, jóias, produtos de perfumaria, eletroeletrônicos e flores. Segundo o Procon Campinas, na lista de lojas físicas há hipermercados e lojas de eletroeletrônicos e móveis.

Nas lojas físicas, a maior diferença foi do celular iPhone 6 Plus 16GB, da Apple, cujo valor chegou a R$ 400,00 entre o menor (R$ 3.499,00) e o maior preço (R$ 3.899,00) - uma variação de 11,43%. Quando a análise considera apenas a diferença percentual, a maior diferença foi de 50,06%, registrada na panela elétrica de arroz Britânia Prime PA 10 (o preço variou entre R$ 79,90 e R$ 119,90).

Nas lojas virtuais, o tablet Tab 4 16Gb T530N da Samsung, apresentou uma diferença de R$ 320,00. O maior valor encontrado foi de R$ 1.149,00 e o menor de R$ 839,00, variação de 36,95%. Se a comparação for em percentual, a campeã foi a prancha alisadora Tourmaline Íon Plus, Mondial, com variação de 125,63% e preço entre R$ 19,90 e R$ 44,90.

O diretor do Procon, Ricardo Chiminazzo, afirmou que os dados reforçam a importância do consumidor realizar pesquisa antes de comprar. “A comparação de preços e da forma de pagamento é fundamental para que o consumidor economize na hora da compra. O Dia das Mães tem um apelo sentimental, mas os filhos não podem descuidar do bolso”, ressaltou.

Chiminazzo afirmou que o varejo oferece muitas opções de presentes que podem agradar as mães sem machucar o bolso dos filhos. “O bom presente é aquele que será útil para ela e não endividará o consumidor. E há muitas opções alternativas que agradam bastante”.

Ele lembrou ainda que nas compras pela internet o consumidor deve observar o valor do frete e o prazo de entrega. “Como o tempo é curto para o Dia das Mães, a data de entrega é fundamental”. (Confira a pesquisa completa no site do Procon Campinas no site www.procon.campinas.sp.gov.br)