Publicado 09 de Maio de 2015 - 5h30

Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam o vendedor Pedro Paulo Oliveira, conhecido como Parrudo, de 47 anos, apontado como responsável pela logística dos mega-assaltos feito pela quadrilha que roubou o centro de distribuição do Magazine Luiza, em Louveira, no último feriado, e a Samsung, em Campinas, em julho do ano passado. A prisão ocorreu na noite de anteontem, em Indaiatuba, mas foi divulgada ontem. Oliveira estava em um Ônix, com placas de São Paulo, na Avenida Visconde de Indaiatuba, quando foi abordado pelos policiais.

Segundo o Deic, Parrudo é o braço direito de Albiazer Maciel de Lima, o Bia, preso na última terça-feira em Sorocaba. Ainda segundo os policiais, Parrudo é quem conseguia as armas e as munições e a suspeita é que ele estava fazendo a transferência do arsenal do bando para outro local. No veículo foram encontrados 40 cartuchos de fuzil calibre 7.62 mm, seis carregadores, aparelhos celulares e R$ 9,5 mil em dinheiro. Tudo estava espalhado pelo carro.

Esse é o quarto integrante da quadrilha de Bia, apontado como o chefe da quadrilha e considerado o principal ladrão de cargas do Estado. Segundo o Deic, a equipe da 2 Patrimônio apura as ações da quadrilha desde o ano passado. Depois da prisão de Bia, as investigações apontaram os ajudantes João Paulo Pinheiro, de 31 anos, e Pierri Alves Ferreira, de 30 anos, como participantes do ataque ao depósito da loja. Eles foram detidos em Salto, na última quarta-feira. Segundo o Deic, as investigações constataram o apoio logístico fornecido por Oliveira.

O último roubo da quadrilha foi entre a noite do dia 1 e a madrugada do dia 2. Cerca de 15 homens armados usaram dois caminhões e duas carretas para roubar eletroeletrônicos, como tablets, celulares e jogos para Xbox do centro de distribuição do Magazine Luiza, em Louveira. A ação durou cerca de duas horas e aproximadamente 80 funcionários foram rendidos e mantidos em um dos cofres da empresa. (Alenita Ramirez/AAN)