Publicado 07 de Maio de 2015 - 5h30

Dois bandidos pularam o alambrado lateral do Centro Tecnológico de Informática (CTI), em Campinas, e roubaram cerca de R$ 100 mil do Banco do Brasil que fica dentro do local, no final da manhã de ontem. Na fuga, os criminosos roubaram as armas dos vigilantes e depois um deles disparou dois tiros contra a guarita. Um disparo acertou o vidro da recepção e outro de raspão o abdômen de um vigilante.

A vítima foi socorrida e levada para o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, sem risco de morte. Ninguém foi preso até a tarde de ontem. O caso será investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Segundo o coordenador geral de administração do CTI, Márcio Biasoli, o malote com o dinheiro foi deixado na agência cinco minutos antes da ação.

O assalto foi às 12h05. Os bandidos estavam de cara limpa, armados de pistolas, e pularam o alambrado, onde não há seguranças. Eles passaram pelo pátio e foram até a agência bancária, na área administrativa. Os criminosos renderam a vigilante que estava no local, pegaram a arma dela e depois o malote. No local estavam apenas os funcionários da agência.

Após pegar o malote, segundo Biasoli, os criminosos colocaram capuz para sair pela entrada principal. Foi neste momento que eles renderam três vigilantes da recepção e, depois de terem pegado as armas das vítimas, um deles atirou. O roubo durou menos de dois minutos. Os criminosos fugiram em um Fiesta prata que estava do lado de fora da empresa, com dois homens. No local há câmeras de segurança e as imagens foram entregues ontem mesmo para a Polícia Civil. (Alenita Ramirez/AAN)