Publicado 31 de Maio de 2015 - 5h30

O Arsenal seguiu o roteiro e confirmou as previsões ao conquistar ontem mais uma Copa da Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres. Com a presença do príncipe William, torcedor confesso do Aston Villa, a equipe de Arsène Wenger goleou o time de Birmingham por 4 a 0, com gols de Walcott, Alexis Sánchez, Mertesacker e Giroud, garantindo assim a sua 12 Copa, superando o Manchester United e se isolando como o maior vencedor da competição na história.

Com mais volume de jogo, o Arsenal, que era o campeão da última edição do torneio, impôs seu ritmo e manteve o controle das ações desde o início do duelo. Mas o gol só saiu aos 40’, em boa jogada do ataque do time de Wenger. Em lance pela esquerda da área, Wallcott bateu firme para abrir o marcador, após cabeçada de Alexis Sánchez, e trazer tranquilidade à equipe de Londres.

Na volta do intervalo, a pressão do Arsenal continuou firme e, logo aos 5’, Alexis Sánchez ampliou em chute de longe para vencer o goleiro Given. O que se viu depois foi um massacre do Arsenal. O time londrino teve três grandes chances claras de gol logo em seguida, mas ainda teve um gol anulado e parou em grandes defesas do goleiro rival.

Mesmo assim, havia espaço para mais. O terceiro veio aos 17’ com Mertesacker, que subiu sem marcação e tocou de ombro para mandar para as redes. No desespero, o Aston Villa tentou uma pressão nos minutos finais, mas sem perigo. No último lance da partida, o atacante Giroud recebeu sozinho dentro da área e ratificou o título do Arsenal com mais um gol. Com a vitória, a equipe de Londres conquistou a 133 edição da Copa da Inglaterra o torneio de futebol mais antigo do mundo, sendo disputado desde 1871. (AE)